carrocel principal

28.4.13

Cláudio Adão lamenta falta de "peça de reposição" e diz que Paulo Henrique no banco é estratégia de jogo


Foto: Globo Esporte
Apesar da vitória do Mixto por 1 a 0 sobre o Cuiabá, na primeira partida da final do Campeonato Mato-grossense, o treinador Cláudio Adão voltou a reclamar da falta de opções no banco de reservas. A má atuação do Tigre na partida foi reflexo disso, segundo ele.

Neste jogo, ele não pode contar com o zagueiro Kall e o lateral-direito Marcos Bahia, lesionados, e com o meia Geovani e o volante Gean, suspensos.

"Um equipe precisa ter três jogadores por posição. Dois profissionais e um amador. Eu sofro para montar o time, pois não temos peças de reposição. Porém, o elenco todo está de parabéns, pois soube segurar o jogo e marcou o gol na hora certa" disse Adão.

Ele justificou a ausência do atacante Paulo Henrique no time titular, como uma estratégia de jogo. Desde que o atacante Felipe Adão - filho do treinador - chegou ao clube, Paulo tem ficado como opção para o segundo tempo.

"O Paulo é uma peça muito importante. Quando ele entra, a defesa já está cansada e ele fresquinho. É um jogador muito interessante, de apenas 21 anos e com um futuro brilhante pela frente" completou Adão.

Cláudio Adão antes do jogo deste domingo (Foto: Max Aguiar/Olhar Direto)
Fonte: Globo Esporte
28/04/2013

0 comentários :

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!