10.4.13

MIXTÃO DERRUBA O VITÓRIA NO DUTRINHA. TIGRE LEVA GOL DE BOBEIRA, MAS JOGA BEM E VIRA NA RAÇA: 2 A 1


O Tigre mostrou sua garra e bateu o Vitória da Bahia do caldeirão Dutrinha. Frente à sua fanática torcida, o Alvinegro cuiabano vacilou no começo e sofreu gol, mas foi guerreiro e jogou bem, sendo superior em grande parte do jogo e chegando a virada após os gols de Soares Junior e Odail Junior, fazendo 2 a 1 para o Mais Querido. O tigre joga agora pelo empate na partida de volta, em Salvador-BA.

Antes da bola rolar, dois times embalados pela série de bons resultados se preparavam para medir forças na primeira competição nacional da temporada. Após os 90 minutos, uma equipe continuou com motivos para sorrir, enquanto a outra só tinha razões para tentar descobrir o que deu errado. 

O jogo foi válido pela primeira fase da Copa do Brasil. O resultado garante vantagem para o Alvinegro no jogo de volta, marcado para a próxima terça-feira, no Barradão, em Salvador.

O volante Luís Alberto marcou o primeiro gol da partida ainda no primeiro tempo. Atrás do placar, o Mixto partiu com tudo para o ataque na segunda etapa e conseguiu virar a partida com Soares Junior e Odail Junior.

Para o Mixto, um simples empate na capital baiana garante a vaga para a segunda fase da Copa do Brasil. O Vitória precisa vencer pelo placar simples ou superar o rival de Cuiabá por dois ou mais gols de diferença para avançar no torneio. Se o placar de 2 a 1 se repetir para o Rubro-Negro, a partida vai para os pênaltis.

Para o duelo no Barradão, o Vitória mais uma vez não poderá contar com o meia Renato Cajá, suspenso pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). O time que avançar na competição enfrenta o vencedor do duelo entre Salgueiro e Boa Esporte. Nesta quarta-feira, a equipe pernambucana venceu o time mineiro pelo placar de 2 a 0 e levou a decisão para o estádio do Melão, em partida marcada para quarta-feira.



Primeiro tempo
Foto: Chico Ferreira/A Gazeta

O Vitória não escondeu de ninguém que tinha uma meta para a partida desta quarta-feira. A equipe treinada pelo técnico Caio Junior viajou até Cuiabá com a clara intenção de vencer por um placar de dois ou mais gols de diferença para eliminar a partida da volta, no Barradão. E por muito pouco o Rubro-Negro não saiu na frente do marcador logo no primeiro lance de perigo. Aos nove minutos, Dinei aproveitou uma bola desviada por Caceres e, dentro da área, bateu de primeira. O chute desviou na zaga da equipe de Cuiabá e saiu perigosamente pela linha de fundo.

Em busca da classificação antecipada, o Vitória continuou no campo de ataque e não demorou para inaugurar o marcador. Após cobrança de falta pela esquerda, o volante Luis Alberto subiu mais do que todo mundo para mandar de cabeça para o fundo das redes.

O gol deu a sensação de que o Rubro-Negro poderia garantir facilmente a vaga na segunda fase da Copa do Brasil. No entanto, tudo não passou de ilusão. Atrás do placar, o Mixto partiu com tudo para o ataque e pressionou a equipe baiana no campo de defesa. No lance de maior perigo do time de Cuiabá, Jeovani arriscou de fora da área e a bola bateu no travessão de Deola.

Apesar da blitz, o Mixto não conseguiu marcar o gol de empate no primeiro tempo e foi para o intervalo em desvantagem no placar. Para o Vitória, metade do caminho da classificação estava traçado. Já para Alvinegro, restavam duas opções para o segundo tempo: partir com força total para o ataque e tentar igualar a partida ou se defender com todas as forças para segurar o resultado e garantir o jogo de volta.



Segundo tempo

Entre o ataque a defesa, o Mixto preferiu a primeira opção. Para o segundo tempo, o técnico Cláudio Adão resolveu mudar a postura tática do time e substituiu o volante Natan por Paulo Henrique. A mudança surtiu efeito relâmpago. Logo aos dois minutos de jogo, Soares Junior aproveitou cobrança de escanteio, se antecipa à zaga do Vitória e mandou para o fundo das redes.

A igualdade no placar deixou a partida em aberto, com os dois times se alternando em bons ataques. Do lado do Vitória, Biancucchi perdeu chance clara. O atacante rubro-negro recebeu cruzamento de Marcos e cabeceou nas mãos de André. Já no Mixto, Paulo Henrique foi quem desperdiçou a melhor oportunidade, ao se enrolar com a bola e deixar a redonda nas mãos de Deola.

No festival de boas chances, melhor para o time de Cuiabá. Aos 35 minutos, Odail Junior chutou forte no canto esquerdo de Deola e virou a partida. O Vitória ainda teve uma chance com Marquinhos, que não conseguiu aproveitar chance na grade área adversária. No final do confronto, recompensa para o Mixto, time que não teve medo de ser feliz e vai para o segundo jogo, no Barradão, com a vantagem do empate.

Fonte: Globo Esporte
10/04/2013

2 comentários :

Anônimo disse...

Esperamos que o Mixto demonstre um bom futebol lá na Bahia contra o vitória, e consiga uma vitória ou um empate, o importante é nao desistir por isso vamos lá mixto vamos com tudo raça força e determinaçao nao caia na armadilha do vitória que é só velocidade com o nino por isso marca esse cara.Boa sorte Treine!Treine!Treine!

Anônimo disse...

Vamos lá Governo do Estado de Mato Grosso, vamos investir e apoiar com contrataçoes as equipes Mato grossenses para conseguirem chegar a elite do futebol só basta dar um empurrao que as equipes vão para frente.

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!