29.4.13

"Sempre jogamos contra 12, porque são 11 em campo e mais o juiz", Eder Moraes avalia o jogo e critica arbitragem


Eder Moraes (Foto: Pedro Lima/Olhar Esportivo)
Principal articulador do Mixto nos bastidores, o ex-secretário de Fazenda do Estado e expresidente da mal fadada AFAM - Associação dos Amigos do Futebol Mato-grossense e do Mixto, Éder Moraes - atual chefe do escritório do Estado em Brasília-DF, continua disparando sua metralhadora giratória.

Ao final da primeira partida das finais do Mato-grossense, contra o Cuiabá, domingo, no Dutra, quando o alvinegro venceu por 1 a 0, o ‘investidor’ pediu
que toda a arbitragem da FMF seja destituída. 

“Me recuso a citar o nome do árbitro que prejudicou o Mixto na partida anterior. Sempre jogamos contra 12, porque são 11 em campo e mais o juiz. É preciso trocar todo esse quadro de arbitragem que está aí, e o coronel Magalhães (Altair, diretor de arbitragem da FMF) tem autonomia e competência para fazer isso”, disparou o ‘cartola’.

Moraes aproveitou para comentar o jogo e a importância da vitória na primeira partida:

“A estrela do André (goleiro) brilhou mais uma vez. Jogamos sem quatro titulares, entramos em campo com dois jogadores no sacrifício. O Cuiabá poderia ter vencido pelas chances que teve e o volume de jogo que apresentou. Mas nada está garantido. Não vamos considerar a vantagem do empate. Vamos pra cima deles”, disse Moraes, ‘sugerindo que o técnico Cláudio Adão - contratado por ele, escale uma equipe ofensiva no próximo domingo. “Não tenho dúvidas de que será uma partida muito difícil no próximo domingo”, concluiu.

Por fim, Moraes destacou a presença de membros do primeiro escalação do Governo do Estado na tribuna do Dutra: “Quero agradecer a presença do secretariado do Governado do Estado, em especial ao secretário de segurança, Alexandre Bustamante que veio nos prestigiar”, disse Moraes, que voltou a destacar o planejamento do clube.

“É preciso ter maturidade, mas manter o planejamento. Nossa meta é chegar à Série C. O Mixto vai ser a grata revelação na Série D deste ano”, prometeu.

Se vencer o Estadual o clube também conquistará a vaga para a Copa do Brasil do próximo ano.
Árbitro Edilson Ramos da Mata (ao centro)
e os auxiliares Lincoln Ribeiro Taques e João Silvano (Foto: Gilmar Ramos/Mixtonet)
Fonte: Jornal A Gazeta
29/04/2013

1 comentários :

Aquino disse...

O Mixto e os demais dirigentes do nosso futebol, tem que exigir a melhoria do campo do dutrinha. A grama até não é tão ruim, mas o piso é duro e cheio de buracos, como podemos observar, a bola quase não rola, sai pulando e engana os jogadores. Assim, fica difícil qulaquer bom jogador se destacar. Hoje a facilidade para trocar o gramado é muito grande, só falta voa vontade.

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!