25.5.13

ENTREVISTA: ITO ROQUE FALA DE SUA CHEGADA AO MIXTO, A DISPUTA DA SÉRIE D E SUA METODOLOGIA DE TRABALHO


Em entrevista exclusiva ao Mixtonet, o novo técnico Ito Roque contou como aconteceu o convite para treinar o Alvinegro, avaliou a chave do Mixto na Série e os adversários e falou de sua filosofia de trabalho e a relação com a torcida, confira:
Ito Roque e o presidente Hélio Machado no CT do Brasil Central (Foto: Fábio Ramirez/Mixtonet)
Ito Roque, como surgiu o convite e o que foi decisivo para você aceitar treinar o Mixto?

O convite foi uma sessão de coisas que foram acontecendo. O Eder Moraes me ligou, nós acertamos, o gerente que estava sendo contratado também já foi meu gerente, que é o Tim, que já foi gerente do Atlético de Sorocaba onde eu já fui treinador. E eu já tive um convite do Luverdense para vir trabalhar no ano passado, até nessa situação o Helmute participou dando o aval também, então foi uma sessão de coisas que foram acontecendo.

Conhece algum jogador, já te passaram as referências dos atletas do Alvinegro?

De ter trabalhado não. De ter jogado contra tem alguns jogadores que a gente conhece do mercado do futebol, mas não trabalhei com nenhum.

Hoje é dia 25 e o Mixto estreia dia 2 na Série D, são menos de 10 dias de trabalho. É pouco ou dá para começar a conhecer o elenco?

Não, o tempo é bem curto para quem chegou hoje, no meu caso. Mas a gente tem que esquecer as pedras que estarão pelo caminho, trabalhar bastante principalmente posicionamento tático do time, tanto ofensivo quanto defensivo, para que a gente possa o mais rápido possível deixar o time com o perfil do jeito que eu gosto, um time compacto dentro de campo, um time com velocidade, um time que marca forte e um time que tenha velocidade e posse de bola também, principalmente quando roba a bola para sair no contra-ataque.

A chave do Mixto é composta por Brasília-DF, Águia Negra-MS, Aparecidense-GO e Goianésia-GO. É uma chave forte ou pode-se considerar uma chave de nível médio, o que esperar desse grupo?

Não, futebol globalizado do jeito que está hoje todos os jogos serão dificeis. É lógico que teoricamente os dois times de Goiás, principalmente o Goianésia, está com uma formação muito boa. O Aparecidence fez um belo campeonato goiano, então são duas equipes bem fortes que a gente tem que procurar saber os detalhes do adversário, neutralizar, e aos poucos a gente ir colocando o nosso ritimo de trabalho para superar essas coisas. O Águia Negra eu tenho poucas informações por enquanto, mas a gente vai começar a adquirir as informações. E o Brasília é vice-campeão do Distrito, então todos os jogos serão dificeis.

A torcida do Mixto é conhecida por ser muito participativa, uma torcida que apoia muito o time, joga junto com o time, mas que em alguns momentos cobra muito. Como você vê essa situação?

É sempre bom você ter um aliado com você, no caso a torcida. Principalmente jogando dentro de casa a torcida é o diferencial, principalmente na questão de apoiar o time. Quando o jogador sente que a torcida está apoiando, parece que o jogador se desdobra um pouco mais dentro de campo. Só que a torcida apoia quando vê o jogador brigando dentro de campo, e isso que a gente vai procurar passar para os atletas. Trazer essa confiança para a torcida, que a gente vai fazer um bom campeonato, e a torcida dar a confiança para os jogadores dentro de campo também.

O que o torcedor pode esperar do comandante Ito Roque?

Muito trabalho. Trabalho que eu costumo dizer que nunca está bom, a gente sempre pode ter algo a mais. Se você vem de uma vitória de 3 a 0, você sempre vai ter coisas para corrigir. Não é por que ganhou que você não vai ter algo a mais para melhorar. Então muito trabalho e sempre achar que a gente pode dar algo a mais em qualquer situação.

Entrevista: Mixtonet
25/05/2013

1 comentários :

MARCÃO disse...

Gostei da filosofia de jogo do treinador Ito Roque.
É isso mesmo que deve ser passado para os jogadores dentro de campo. Muita briga e disposição. Se tivermos isso a torcida sempre apoiará o time nos 90 minutos.

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!