MIXTO DEMITE JOGADORES QUE SE REUNIRAM COM O OPERÁRIO, CONTRATA CINCO E PODE REPATRIAR PAULO HENRIQUE


Cinco jogadores do Mixto foram demitidos pela diretoria neste final de semana, após serem flagrados em um restaurante de Cuiabá com o empresário César Gaúcho, que montou o time do CEOV (Clube Esportivo Operário Várzeagrandense). Seis atletas foram vistos pela diretoria do clube, no sábado, e terão seus contratos rescindidos.

São eles os laterais Carlos Alberto e Jorginho, os volantes Ivis e Vitor, o zagueiro Asprilla e o goleiro André. Dos seis, existe a possibilidade de Vitor permanecer. 

"Fomos claros com eles. Não queríamos ver nenhum jogador em contato com esse empresário. Ele só quer tumultuar o ambiente. Os atletas ainda usaram a van do clube para ir até lá. É inadmissível  Pelo que apuramos, o Vítor não estaria envolvido nisso" disse Éder Moraes, presidente de honra do clube.

Dos dispensados chama a atenção o nome do goleiro André, um dos destaques no vice-campeonato estadual. Ele ainda não havia renovado seu vínculo com o clube, mas a diretoria nunca escondeu que gostaria de continuar com o atleta. Carlos Alberto, Ivis e Asprilla sequer estrearam pelo clube, já que foram contratados para a disputa da Série D do Campeonato Brasileiro, além de terem sido indicados pelo ex-treinador Cláudio Adão.

Reforços

Atacante Ray foi destaque em suas
passagens pelo Luverdense e Fortaleza

Enquanto alguns saem, outros chegam no Mixto para a Série D. O atacante Furlan, que disputou a Série D 2012 pelo Tigre o atacante Ray, ex-ASA-AL e com passagens pelo Luverdense, chegam no decorrer da semana. Lucas Newton, ex-Guarani-MG também foi confirmado.
saiba mais

Para o gol, foram contratados Mauricio Telles, ex-Capivariano-SP e Cleyton, ex-Rio Claro-SP.

"O Ito [novo treinador] vai reformular a equipe e ter uma média de idade mais baixa. Mais atletas ainda podem chegar. Ele irá avaliar o time nesta semana" completou Moraes.
Goleiro Mauricio Telles, destaque do Paulistão Série A2
Paulo Henrique

Apresentado no CEOV na quinta-feira, o atacante Paulo Henrique – artilheiro do time com seis gols no Estadual – pode voltar ao Mixto. Ele pertence ao Boavista-RJ, que repassou ao Mixto a informação que em Mato Grosso o atleta só joga no Alvinegro. O impasse deve continuar, já que a torcida não perdoa o atacante por ter vestido a camisa do maior rival.

O Mixto estreia na Série D do Campeonato Brasileiro contra o Aparecidense-GO no dia 02 de junho, às 17h30 (de MT), no estádio Presidente Eurico Gaspar Dutra.

Fonte: Robson Boamorte/Globo Esporte
28/05/2013