Segundo jornalista, Eder Moraes não pagou alugueis de hotel e quitinetes e clube pode ser cobrado judicialmente


Enquanto o gestor Eder Moraes anuncia uma parceria com o Operário, os proprietários do Hotel Alvorada querem receber aproximadamente 35 mil reais, referente hospedagem de vários jogadores. Segundo Rodrigo, que gerencia o Hotel, várias tentativas para receber foram feitas, mas ninguém assume uma data para o pagamento.

Além de possivelmente denunciar o Mixto, através de um processo, eles também querem processar o supervisor do clube (da época), para que seja responsabilizado pelos atos do clube. Aliás, o supervisor da época nem está mais no clube. 

O Mixto também deve os aluguéis de várias quitinetes e ainda os Hotéis Paiaguás (hospedagem de Felipe Adão e sua namorada) e Gran Odhara (hospedagem de Claudio Adão e sua comitiva).

Fonte: Orlando Antunes/Soccer MT
13/05/2013