Aparecidense vai recorrer da decisão do STJD e julgamento em 2ª instância deve ocorrer


Em julgamento realizado no STJD da CBF, no Rio de Janeiro, nesta segunda-feira, a decisão judicial determinou que a Aparecidense está excluída do Campeonato Brasileiro da Série D e, consequentemente, o Tupi está classificado para as quartas-de-finais da competição para enfrentar o Mixto.

Ainda que a decisão em 1ª instância tenha sido tomada a favor do Tupi, nesta segunda-feira, o advogado da Aparecidense, João Vicente Moraes, afirmou que o clube pretende recorrer por um novo julgamento. Segundo o advogado, a confiança em permanecer na competição ainda é grande no clube goiano. O clube chegou a anunciar que recorrerá na terça-feira.

“Há a possibilidade de 2ª instância e vamos pedir isso. Ela (a 2ª instância) é importante e estamos confiante. Se há possibilidade de recorrer, então é porque o julgamento pode ser alterado”, declarou após a decisão.

O advogado da Aparecidense-GO, João Vicente Moraes, logo entrou em contato por telefone com representantes do clube, em Goiás. Para ele, o voto contrário ao do relator, realizado pelo presidente da sessão, tem um peso muito grande e pode influenciar para que seja pedido o recurso.

Através do twitter oficial do clube, a Aparecidense anunciou, nesta segunda-feira, que entrará com o pedido de um segundo julgamento já na terça-feira. O clube tem, até quinta-feira para fazer o pedido junto à CBF.

O advogado do Tupi, Mário Bittencourt, não acredita que em caso de 2ª instância a decisão seja alterada. O representante do clube mineiro acredita que a procuradoria não recorrerá, pois, segundo ele, a decisão foi justa.

“Tem três dias para entrar com recurso, daí em diante será marcado o julgamento. Precisa saber se eles vão recorrer. Não posso falar por eles e até procuradoria pode recorrer, o que sinceramente eu não acredito, pois foi uma decisão justa. Se eles forem recorrer, vão recorrer em 3 dias. Ganhamos o primeiro tempo, então ainda falta o segundo tempo para sairmos vitoriosos dessa decisão”, declarou Bittencourt ao repórter Ricardo Wágner, da Rádio Globo de Juiz de fora.

O Aparecidense tem até a noite de quinta-feira para entrar com recurso, para que seja julgado no Pleno.

O julgamento do recurso deve acontecer no dia 26 de setembro. Sendo assim, a primeira partida entre Mixto e Tupi ou Mixto e Aparecidense deve acontecer somente no dia 29 de setembro.

Fonte: Futebol Interior - Edição Mixtonet
17/09/2013