13.2.14

Éder Moraes: "Não dá para entender direito o que aconteceu" mas “é hora do eu acredito”


13/02/2014

Afirmando estar ainda “sem entender” direito o que aconteceu com o time na goleada sofrida em Vilhena, o presidente do Mixto, Eder Moraes, se esforça para manter a confiança em relação ao jogo de volta. “É hora do eu acredito”, afirmou o dirigente, ressaltando que a missão é “muito difícil, mas não impossível”. O Mixto precisa fazer pelo menos 3×0 sobre o time rondoniense – ou devolver o placar para decidir a classificação para a segunda fase da Copa Verde nos pênaltis.

- Não jogamos bem, tivemos muitas falhas individuais, mas o placar foi exagerado. Não dá para entender direito o que aconteceu. Até reuni alguns jogadores para uma conversa reservada, perguntei se está acontecendo algum problema no elenco e eles disseram que não, que está tudo bem. Então, é difícil compreender isso. Mas vamos em frente, temos que reagir, podemos reagir. É muito difícil, mas não impossível. Chegou a hora do ‘eu acredito’, vamos fazer alguma promoção para motivar o torcedor com vistas ao jogo da volta. Vamos atrás do resultado – frisou o dirigente.

O volante Paulo Almeida deve chegar em Cuiabá nesta quinta-feira e pelo mais duas contratações serão feitas: um meia (que já estaria “praticamente fechado” e um zagueiro.

Craques do Rádio

 

2 comentários :

Angelo disse...

A verdade é que o time e técnico é muito fraco, ruim mesmo, o mixto vem treinando e jogando desde o ano passado e sofrer uma goleada de um time formado praticamente com o ex time do sorriso, de ultima hora, treinado por Birigui, é brincadeira! todo jogo a desculpa é falta de atenção e levantar a cabeça.

Anônimo disse...

Vou a todos os jogos do Mixto , nao perdi um jogo na serie D do ano passado, mas... da uma tristeza ver o mixto nessa situaçao. Um time com uma torcida maravilhosa nao merece passar por tanto sofrimento, vou continuar torcendo vamos sofrer mais uma vez , quem sabe um dia esse pesadelo passa. Martinho Moraes

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!