21.1.15

Estrangeiros querem fazer história. "Meu objetivo é acumular triunfos com o Mixto" diz Taboada


Totalmente reformulado para esta temporada, o Mixto Esporte Clube terá sotaque espanhol no Campeonato Mato-grossense. Do grupo de 25 jogadores contratados, três deles não falam a língua portuguesa. Sob indicação do técnico Márcio Marolla, o goleiro Ortiz, de 25 anos, meia-atacante Roddy Benitez, de 21 e o lateral-direito Luiz Taboada, de 27, que garantem: desembarcaram em solo brasileiro a fim de fazer história.
Ortiz, goleiro do Mixto. Foto: João Vieira/A Gazeta
Goleiro Paraguaio Ortiz
Os dois primeiros vieram do Paraguai. Já o terceiro e último é peruano. Mesmo de nacionalidades diferentes, os três têm algo em comum: querem vencer e solidificar a carreira no país do futebol. Já ambientados com os demais companheiros de elenco, os estrangeiros prometem muito trabalho para ocupar o seu espaço entre os 11 titulares.
Revelado nas divisões de base do Olímpia, um dos clubes mais tradicionais do futebol paraguaio, o goleiro Ortiz caminha para ser o titular da camisa 1 do Alvinegro da Vargas. Com rápida passagem pelo Ypiranga, time da Segunda Divisão do futebol gaúcho, o jogador vê no Mixto a oportunidade de mostrar seu valor. Fã do ex-goleiro Marcos, pentacampeão mundial pela Seleção Brasileira em 2002, no Japão, Ortiz acompanha o técnico Marolla há três anos. Ambos trabalharam juntos na Segunda Divisão do Paraguai, no 3 Febrero. “Já estou ambientado ao clima de Cuiabá. Estamos trabalhando forte para fazer um bom Campeonato Estadual. Viemos para cá para fazer história, ajudar o Mixto a ser campeão”, disse o goleiro, que não enfrenta problema com a língua portuguesa. “Já morei no Brasil”, disse, ressaltando que sua cidade natal no Paraguai, Santa Rita, faz fronteira com Foz de Iguaçu, no Paraná.

Mesmo sendo o mais novo dos três estrangeiros, o meia-atacante Roddy Benitez, de apenas 21 anos, mostra personalidade ao falar de seu objetivo no futebol brasileiro. Ao sentir o forte calor que faz em Cuiabá, o jogador não hesita em afirmar que seu objetivo é fazer um bom Mato-grossense e fincar seus pés no Brasil. “Vim para cá com objetivo de ficar no futebol brasileiro. Quero ajudar o Mixto a ser campeão e quem sabe seguir para outros clubes de ponta do Brasil”, disse o meia, que prefere jogar mais na armação das jogadas. “Gosto de criar as jogadas para meus companheiros”, frisa.
O terceiro ‘gringo’ do elenco do Alvinegro da Vargas é o lateral-direito Luiz Taboada, de 27 anos e de nacionalidade peruana. Fã do futebol do ala-direito Daniel Alves, do Barcelona, o jogador fez questão de destacar que sua meta é levar o Mixto a conquistar o título de campeão mato-grossense e automaticamente o acesso à Série D do Campeonato Brasileiro.

Com características ofensivas, Taboada promete muito trabalho e disciplina. “Estamos focados em começar bem o campeonato. Meu objetivo é acumular triunfos com o Mixto aqui em Mato Grosso”, afirmou, ressaltando que seu grande sonho é jogar no Corinthians Paulista. “Quero jogar ao lado do Paolo Guerrero”, finalizou, citando seu compatriota.
Fonte: Jornal Agazeta - Luiz Esmael

0 comentários :

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!