16.2.15

Sem sucesso, diretoria tentou contratar o goiano Uidemar para técnico. Presidente explica


Niltinho Assunção,
presidente em exercício do Mixto
A diretoria do Mixto já havia acertado a contratação do ex-jogador goiano Uidemar, para substituir o gaúcho Márcio Marolla, que entregou o cargo sábado, após o empate em 1 a 1 com o Luverdense, em Lucas do Rio Verde, pela quinta rodada do Estadual. A saída do treinador foi oficializada no final da manhã desta segunda-feira. As negociações, no entanto, não avançaram e Uidemar não vem mais.

O  vice-presidente do clube, Niltinho Assunção, explicou: “Tínhamos acertado tudo com o Uidemar, mas a esposa dele foi hospitalizada as pressas e ele não poderá vir mais. Agora vamos definir outro nome”.

Segundo Niltinho, Marolla deve deixar Cuiabá ainda nesta segunda-feira. Sobre o pagamento dos salários do mês de janeiro, que venceu na semana passada, o dirigente que está substituindo o presidente Paulo César Gatão garantiu que o repasse será feito no máximo até quinta-feira ao elenco. “Os bancos só abrem na quarta não é?”, argumentou.

Sobre a decisão tomada pela diretoria sem a sua presença, Gatão, que está em viagem desde a semana passada, disse concordar com tudo e deu carta branca ao vice. “O Niltinho tem carta branca para tomar as decisões necessárias. Não estou em Cuiabá”, disse o presidente. “O que o Niltinho decidir está decidido!”, finalizou Camargo.

Lanterna do Grupo A com apenas um ponto o Mixto volta a campo, já pelo returno da Primeira Fase, domingo, em Sinop, quando enfrenta o time local. Para escapar do rebaixamento, o Alvinegro precisa vencer a maioria dos jogos do returno e torcer pelo tropeço dos rivais. Dos quatro clubes da chave, os três primeiros avançam e o último de cada grupo já está automaticamente rebaixado para a Segundona.

Craques do Rádio
16/02/2015

1 comentários :

Anônimo disse...

SE O MIXTO QUISER EU ACEITO FAZER UM TESTE PRA SER O NOVO TÉCNICO DO MIXTO AMANHÃ MESMO 17/02. AINDA LEVO MEU TIME PRA TREINAR CONTRA ELES E BUSCAR REFORÇOS SEM GASTAR DINHEIRO.
PROFESSOR JORGE PINHO.

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!