14.2.15

"A situação está complicada. A tendência é que eu saia após o jogo" declara o técnico Marolla


O treinador Márcio Marolla mantém esperanças do Mixto conquistar os primeiros pontos no Campeonato Mato-grossense, mas deixou o futuro em aberto mesmo que o time vença o Luverdense, neste sábado, às 19h, em Lucas do Rio Verde. Citando as dificuldades no dia a dia do clube, ele deixou no ar a chance de não permanecer no comando até o fim do Campeonato Mato-grossense. 

Sem deixar de citar um possível rebaixamento, Marolla diz aguardar o julgamento no Tribunal de Justiça Desportiva de Mato Grosso (TJD-MT), em que o clube quer a perda de pontos do Sinop, que supostamente escalou jogadores irregulares. O julgamento, porém, ainda não tem data definida. 

- Temos que buscar pontos fora de casa. Somos profissionais, mas a situação está complicada. São vários problemas que nos atrapalharam. Essa semana, por exemplo, em que não jogamos, poderíamos trabalhar mais a equipe, mas o campo ficou alagado por dois dias por conta das chuvas. Está complicado. Estou analisando a situação, mas a tendência é que eu saia após o jogo. Qualquer um já teria deixado o clube na mão. Tenho feito coisas que não são responsabilidade da comissão técnica, mas quero ajudar. Infelizmente estamos em uma situação complicada não só na tabela - disse ao GloboEsporte.com

Nesta semana, alguns torcedores foram ao CT do Gaúcho para cobrar o elenco e pedir mais atitude em campo. 

- Antes mesmo da cobrança do torcedor, tem a nossa cobrança interna, de querer vencer, de querer recuperar o clube. Vamos enfrentar o Luverdense com a maior dignidade possível. Nunca passei por uma situação dessa na minha carreira, de tamanha dificuldade. 

- Uma derrota pode nos deixar perto do rebaixamento, mas ainda vamos aguardar o julgamento, pois nós cumprimos o regulamento e deixamos oito jogadores fora da estreia. Mas o Sinop escalou, mesmo sem ter todos regularizados. Temos essa esperança para uma reviravolta na tabela. 

A delegação embarca nesta tarde para Lucas do Rio Verde. Com dificuldades financeiras, o clube ainda não pagou o salário de janeiro dos atletas. A promessa é que o dinheiro saia até este sábado. Em três jogos no Campeonato Mato-grossense, o Mixto perdeu todas. 

Robson Boamorte / Globo Esporte
14/02/2015

0 comentários :

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!