MIXTO VENCE A PRIMEIRA E SEGUE LUTA CONTRA REBAIXAMENTO


Desesperado por uma vitória, o Mixto chegou a sair atrás no placar, manteve a calma e virou o jogo pra cima do Poconé, nesta quarta-feira, na Arena Pantanal. O placar de 2 a 1 garantiu a primeira vitória no Campeonato Mato-grossense e, pela primeira vez, tirou o time da lanterna do grupo A. A noite foi de estreia do treinador Elias Rosa e, principalmente, do atacante Luisão, que marcou os dois gols do Alvinegro. Baltazar marcou para o Cavalo Pantaneiro. O jogo foi válido pela nona rodada. 

Com os três pontos, o Mixto foi aos seis na tabela e passou o Sinop, que tem cinco após ser punido pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-MT) com a perda de quatro pontos por ter escalado jogadores irregulares na estreia da competição. O Poconé, já classificado, manteve a vice-liderança com 12.
Na próxima rodada, o Mixto enfrenta o Operário, seu maior rival, domingo, na Arena Pantanal. Uma vitória garante o time na elite estadual. Se o Sinop perder para o Luverdense, em Sinop, o Mixto pode até perder. O Poconé encerrou sua participação na primeira fase e aguarda a divulgação da tabela para saber quando volta a campo. 

Em sua estreia, o treinador Elias Rosa promoveu a estreia do volante Felipe Delgado. E o Mixto começou melhor a partida, criando as melhores chances, principalmente com a dupla de ataque Luisão e Índio. O Poconé respondia com Souza, artilheiro do Campeonato Mato-grossense com seis gols. 
O primeiro gol, porém, saiu da cabeça de um zagueiro. Após cobrança de escanteio, Baltazar subiu mais que todo mundo e abriu o placar na Arena Pantanal, aos 44 minutos. 
Veio a segunda etapa e o Mixto voltou com tudo. A virada veio antes dos 20 minutos. O empate saiu em cobrança de pênalti, convertido por Luisão, aos oito minutos, após falta cometida por Baltazar em Washington Veiga. O segundo gol não demorou a sair. Com 18, Luisão novamente recebeu cruzamento de bicicleta de Adriano Sabiá e cabeceou com estilo, no canto esquerdo de Mateus que nada pôde fazer. 

Após a virada, o Poconé teve mais posse de bola e chegou a criar chances com Souza e Cabixi, mas sem concluir. No finalzinho, Yuriu saiu na cara do goleiro Ortiz, mas chutou fraco. 

Vale lembrar que o Sinop ainda irá recorrer da decisão do TJD-MT, o que pode mudar toda a situação. O julgamento pode ocorrer na próxima terça-feira. 

Os times

Ortiz; Tharle, Adriano Sabiá, Juninho e William;  Hasse, Felipe Delgado, Odair e Washington Veiga (Benitez); Luisão (Marcos) e Índio.

Poconé - Mateus, Portela, Alex Barcellos, Baltazar e Paulinho; Abimael (Yuri), Cucau, Ronaldo Ortega (Valdeir) e Edilsinho, Cabixi e Souza

Fonte: globoesporte.com