4.2.16

NA RAÇA, TIGRE DERROTA O POCONÉ DE VIRADA: 2 x 1. GOLS DE ANDRÉ E PEDRO


Foi sofrido, mas o Mixto venceu o Poconé por 2 a 1, de virada, e conquistou o primeiro triunfo no Campeonato Mato-Grossense. A partida foi disputada nesta quinta-feira, no estádio Marcio Cassiano, em Jaciara, pela segunda rodada do estadual. Depois de sair atrás no placar ainda no primeiro tempo - mesmo com um jogador a mais em campo, o Tigre conseguiu a reação na segunda etapa e somou três pontos com gols de André Felipe e Pedro Augusto. Marcos Bahia marcou para o Cavalo Pantaneiro. 

Com a vitória, o Mixto assumiu provisoriamente a liderança do grupo B, agora com pontos. O Poconé é o lanterna com um ponto somado. 

Na próxima rodada, o Mixto enfrenta o Sinop, dia 11 de fevereiro, fora de casa. O Poconé entra em campo no mesmo dia, contra o Operário Várzea-grandense, na Arena Pantanal. 
A partida foi disputada no interior por conta da punição recebida pelo Mixto por conta de confusões da torcida, ainda no Mato-Grossense 2015. Dos seis jogos de gancho, o Tigre já cumpriu quatro. 

O primeiro tempo foi truncado com poucas chances claras de gol. O Mixto ainda ficou com um a jogador, depois da expulsão do zagueiro Nilton, aos 37 minutos. Depois disso, o Tigre foi mais incisivo principalmente com Buiú. Porém, aos 44, o Poconé abriu o placar com Marcos Bahia. 
Veio a segunda etapa e o Mixto passou a dominar as ações do jogo em busca do empate. Ele chegou aos 28 minutos, depois de boa jogada de Pretinho que cruzou na medida para André Felipe empatar. Com 33, o Tigre acertou a trave depois da cabeçada de Walace. O gol da vitória saiu logo depois, aos 36, dos pés de Pedro Augusto. 

Os times

Mixto - Silva; Tiago, João Márcio, André Felipe e Sousa; Pará, Paulista, Ygor (Felipe) e Pretinho; Pedro Augusto e Buiú (Ygor). Técnico - Gilson Paulino

Poconé - Alisson; Lucas Santos, Etoô, Nilton e Santa Rosa; Fernando, Helder Bahia; Paulinho e Tatíco (Gugu); Marcos (Ariel) e Robinho. Técnico - Tinho Damasceno

Fonte: Globo Esporte. Fotos: Olímpio Vasconcelos
04/02/2016

2 comentários :

Anônimo disse...

Ontem no primeiro tempo o time do MIXTO, jogou com menos três jogadores, isto por que: Buiu, Igor e Sousa não tem condições técnicas de serem titulares dessa equipe. No segundo tempo com as mexidas efetuadas pelo treinador o time jogou um pouco diferente. Se quisermos brigar por algo mais relevante neste campeonato, temos que nos reforçar com no mínimo 4 peças.Ontem no intervalo do jogo, as torcidas organizadas foram até o banco de reservas para tirar satisfações e ameaçar os jogadores e a comissão técnicas, só não aconteceu o pior por que a polícia agiu de forma correta. Quem esteve no estádio viu que o time do MIXTO precisa de reforços, isso é fato.Esperamos que o Breno tenha consciência disso. PAULO SÉRGIO CUNHA - JD LEBLON - CUIABÁ-MT.

Anônimo disse...

Fica claro que a defesa do Tigre tá frágil ainda. O número 2 e o 3 praticamente assistiram o ataque do Poconé invadir a área pela esquerda e chegar ao gol sem combate algum mais incisivo também pelos que deveriam estar na área. Já vimos isto no gol do Operário na Arena. Se a torcida pressiona, ela está correta e está fazendo isto na hora que tem que fazer isto, pois o Estadual deste ano vale vaga na Série D para 2016 e também 2017.

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!