23.2.18

Diretoria denuncia Poconé e Ação por infração e times podem perder pontos


Dom Bosco já havia sido denunciado pelo União, os três times são adversários na tabela
Bazílio e o preparador de goleiros Júlio César
O Mixto Esporte Clube protocolou três notícias de infração junto à Federação Mato-grossense de Futebol (FMF) nesta quarta-feira (21). O Alvinegro requere perda de pontos em duas ações contra o Poconé Esporte Clube e em uma contra o Ação Futebol.

O Tigre alega que o jogador do Poconé, Victor Gabriel da Silva Costa, não consta no BID em uma denúncia, que o atleta Alex Aparecido de Souza Alcântara, também do PEC, foi relacionado para um jogo estando suspenso pelo Tribunal de Justiça Desportiva de Mato Grosso (TJD-MT) em um segundo documento. Além de outra alegação, a de que atleta do Ação Gevanisio Fauser Ferreira Presentino também foi relacionado estando suspenso pelo Tribunal.

Em penúltimo lugar no Mato-grossense, com três pontos em sete jogos, o Mixto tem em Poconé e Ação os dois times mais próximos na tabela. Caso o TJD acate as ações do Mixto e também puna o Dom Bosco no caso ‘Bruno Felipe e Claudeci’ o time do técnico Bazílio Amaral poderá terminar a primeira fase em sexto lugar com apenas uma vitória, o que seria impossível em condições normais.

Fonte: Thiago Mattos/Olhar Esportivo. Foto: Assessoria Mixto EC
23/02/2018

3 comentários :

Elizeu mixtense roxo on 23 de fevereiro de 2018 20:31 disse...

Quem não reclama seus direitos não é digno deles, pela moralização do futebol matogrossense.
Doa a quem doer.

Fabio Silva disse...

A bagunça no Poconé, no Ação e no Dom Bosco não exime o Mixto de fazer a sua parte, que é no mínimo ser capaz de jogar bola dentro de campo.

Elizeu mixtense roxo on 3 de março de 2018 15:56 disse...

Tribunal terá 11 ações pra julgar na terça
Nem todos os processos movidos no TJD-MT são passíveis de perda de pontos
Foto:Assessoria FMF


Na noite da próxima terça-feira (6), a sessão do Tribunal de Justiça Desportiva deverá colocar em pauta 11 processos relacionados as denúncias que envolvem os clubes na disputa do Mato-grossense 2018, e que podem alterar a Tabela de Classificação atual, modificando as possibilidades de rebaixamento e vagas na próxima fase

Confira abaixo um resumo do Olhar Esportivo, com os processos, os clubes envolvidos, e as possíveis penalidades que cada denúncia pode acarretar ao clube denunciado. Entre os 10 times que disputam o estadual, 8 foram citados em alguns dos processos, sendo que 3 deles - Poconé, Dom Bosco e Ação - podem perder pontos.

Processo n. 009/2018

Denunciante:ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA ARAGUAIA

Denunciado: POCONÉ ESPORTE CLUBE

Teor: Atleta irregular do Poconé.

Penalidade: Perda de pontos da partida e multa.



Processo n. 010/2018

Denunciante: UNIÃO ESPORTE CLUBE

Denunciado: CLUBE ESPORTIVO DOM BOSCO

Teor: Atleta irregular do Dom Bosco.

Penalidade: Perda de pontos da partida e multa.



Processo n. 011/2018

Denunciante: MIXTO ESPORTE CLUBE

Denunciado: POCONÉ ESPORTE CLUBE

Teor: Atleta irregular do Poconé.

Penalidade: Perda de pontos da partida e multa.



Processo n. 012/2018

Denunciante: MIXTO ESPORTE CLUBE

Denunciado: POCONÉ ESPORTE CLUBE

Teor: Atleta irregular do Poconé.

Penalidade: Perda de pontos da partida e multa.



Processo n. 013/2018

Jogo: Poconé x Ação

Denunciado: POCONÉ ESPORTE CLUBE (Presidente ORISVALDO NUNES RONDON)

Teor: Injuria e palavras inadequadas a terceiros

Penalidade: Advertência, Repreensão ou multa.



Processo n. 015/2018

Jogo: Araguaia x Dom Bosco

Denunciado: ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA ARAGUAIA (torcida e publico)

Teor: Promover e incitar a desordem, violência.

Penalidade: Restrição de acesso aos membros envolvidos.



Processo n. 016/2018

Jogo: Cuiabá x Mixto

Denunciado 1: CUIABÁ ESPORTE CLUBE

Teor: Ausência ou Ineficácia da segurança e desordem em sua prevenção.

Penalidade: Multa e Providencias para adequação.

Denunciado 2: MIXTO ESPORTE CLUBE (torcida e publico)

Teor: Ausência ou Ineficácia da segurança e Promover e incitar a desordem, violência.

Penalidade: Multa e Restrição de acesso aos membros envolvidos.



Processo n. 017/2018

Jogo: Luverdense x Ação

Denunciado: SOCIEDADE AÇÃO FUTEBOL (atletas)

Teor: Conduta anti-desportiva com a arbitragem.

Penalidade: Suspensão de jogos.



Processo n. 018/2018

Jogo: Araguaia x União

Denunciado: ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA ARAGUAIA

Teor: Atrasar o inicio ou a realização da partida.

Penalidade: Multa.



Processo n. 019/2018

Denunciante: MIXTO ESPORTE CLUBE

Denunciado: ACADEMIA AÇÃO DE TUTEBOL

Teor: Atleta irregular do Ação.

Penalidade: Perda de pontos da partida e multa.



Processo n. 020/2018

Denunciante: ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA ARAGUAIA

Denunciado: CLUBE ESPORTIVO DOM BOSCO

Teor: Atleta irregular do Dom Bosco.

Penalidade: Perda de pontos da partida e multa.

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!