Atenção! Ajude o Mixto apostando na TIMEMANIA e virando sócio torcedor. Clique no link: www.sociomixto.com.br

Toninho culpa o cansaço por derrota e afirma: "O Mixto irá se classificar. Não há dúvida disso"


O técnico do Mixto, Toninho Pêsso, creditou a derrota de 1 a 0 para o rival Cuiabá ao desgaste físico do elenco de jogadores. Ele não deixou de culpar a Federação Mato-grossense de Futebol (FMF) em ter mantido o clássico, disputado no último sábado, três dias após o time ter vencido e eliminado o CSA de Alagoas pela primeira fase da Copa do Brasil.

Segundo ele, sua equipe acabou sentindo o cansaço físico pelo pouco tempo de descanso. Para ele, a entidade deveria ter agendado o jogo para uma nova data.

“Foi desumano ter mantido o jogo para o sábado. Tivemos menos de 72 horas de descanso de um jogo para o outro. Enquanto tivemos dois dias de descanso, o Cuiabá teve dez dias de folga na tabela de jogo. Queria enfrentar o nosso adversário em melhores condições”, disse o treinador, que não pôde contar com o meia Dinelson, que se queixa de dor muscular.

Com o resultado negativo, o Alvinegro da Vargas caiu para a sétima colocação da chave única do Estadual com apenas quatro pontos somados, três a menos do vice-lanterna Juara, que na rodada passada conseguiu somar seu primeiro ponto na tabela de classificação.

Na próxima rodada, o Mixto irá encarar o Juara, partida marcada para o próximo sábado na Arena Pantanal. Este jogo é visto por Toninho Pêsso como confronto direto não só pela classificação como também contra à ameaça do rebaixamento à Segunda Divisão do próximo ano. Para o treinador, o objetivo é fechar a primeira fase do campeonato na melhor posição possível. “O Mixto irá se classificar. Não há dúvida disso”, disse o treinador.

Fonte: Luiz Esmael/Jornal A Gazeta. Foto: Otmar de Oliveira
12/02/2019