domingo, 23 de maio de 2010

Fabinho se desentende com Rosenil e abandona o Mixto Master

1
Fabinho Pinto chutou o balde! O técnico do Mixto entregou o cargo na sexta-feira após se desentender com o coordenador da equipe Rosenil Luiz. A cena repete um episódio de 2009, quando Rosenil era treinador, e, devido a péssima campanha foi tirado do cargo. Desta vez o papel se inverteu. Os motivos da discussão ainda estão obscuros. Fabinho preferiu colocar panos quentes sobre o assunto e disse apenas que para evitar maiores aborrecimentos, preferiu sair.

"Não foi nada não. Eu só não consigo trabalhar com o Rosenil e saí", disse, evitando polemizar.

Mas, nos bastidores os comentários davam conta de que a contratação de um goleiro, de Cuiabá, para a reserva de Julinho, teria gerado a discórdia. Viola - amigo particular de Elias (jogaram juntos no Corinthians) já teria negociado a vinda do goleiro Ronaldo, também do Timão, porém, Fabinho, por sua vez, tentou inscrever uma das poucas fichas restantes com o nome de um goleiro da Capital, cujo nome não foi confirmado.

A Gazeta apurou que Rosenil, que tem trabalhado nos bastidores atrás de recursos para as despesas com as contratações, passagens e hospedagens dos "importados", não concordou e entrou em choque com o cartola estreante.

Rosenil chegou a pedir a alguns amigos, para "abafarem" o assunto, ma a briga vazou. O coordenador não foi localizado para comentar a decisão e principalmente para revelar o nome do tal goleiro. Suspeita-se que o camisa 12 seria o radialista Valter Rabello, que inclusive já disputou várias Copas, com as camisas de todos os clubes. Por trás de uma simples contratação para o maior torneio do gênero do País, ao que tudo indica, uma disputa política pode atrapalhar o ambiente alvinegro.

Fonte: Oliveira Júnior/A Gazeta
23/05/2010
Author Image
Publicado por: Fábio Ramirez

O MixtoNet é um portal mixtense independente, impulsionado pela torcida. Encontrou algum erro, tem sugestão de matéria? Envie para nós: mixto@mixtonet.com

Um comentário:

  1. MIXTO MIRIM JOGA HOJE A COPA GAZETA BUSCANDO VAGA NA FINAL

    Dos quatro times envolvidos na 11ª Copa Gazeta de Futebol Infantil - Troféu Nelson Vasquez -, o Mixto/Uirapuru é o único em situação confortável. Ao estrear com vitória de 2 a 1 sobre a seleção do Dom Aquino, a equipe alvinegra pode ser a única a garantir vaga à final com uma rodada de antecedência do fim da primeira fase, marcada para encerrar no próximo dia 30.

    Se passar pelo Dom Bosco/AABB no segundo jogo de hoje de manhã pelo torneio de base, o atual campeão da Gazetinha será o primeiro finalista da edição deste ano. Mesmo com grupo reformulado, o time treinado por Júlio César é considerado o grande favorito a vencer o duelo desta manhã.

    Mas o Dom Bosco/AABB promete endurecer as coisas e surpreender a garotada do Uirapuru. Experiente, o técnico Serginho Basso crê que é possível superar o adversário. Segundo ele, passado o nervosismo da estreia, o time está mais ciente da necessidade de vencer e entrar de vez na disputa por uma das duas vagas à decisão do torneio.

    Basso não adiantou se fará alteração no time que estreou no empate sem gols com o Operário/Búfalo. No entanto, afirmou que não faltou trabalho durante a semana de preparação para a partida desta manhã.

    Na abertura da rodada da Gazetinha, Operário/Búfalo e seleção do Dom Aquino vão tentar a primeira vitória no torneio. Os dois times precisam do resultado positivo para entrar de vez na briga pela classificação à final.

    Por coincidência, tanto Operário como Dom Aquino possuem dois técnicos cada. Do lado tricolor, Marcindo Pinheiro, o Operário e Satiro Moraes, são os responsáveis em comandar o Operário/Búfalo. Do outro, o ex-jogadores Luiz Carlos Beleza e Víctor comandam a garotada do projeto social "Longe das drogas, perto da bola", desenvolvido no bairro Dom Aquino.

    Mais experiente de Gazetinha, Búfalo promete ir para cima do adversário a fim de obter a primeira vitória na competição. A ordem é não desperdiçar chance de marcar gol, já que o objetivo é evitar chegar na última rodada da fase classificatória precisando vencer o rival Mixto/Uirapuru. "O quanto antes, melhor", disse o diretor da equipe Alcides da Costa, Gigi.

    Já no Dom Aquino, Luiz Carlos Beleza acredita na reabilitação de seu time. Segundo ele, a garotada está mais tranquila e ciente de que pode superar o adversário desta manhã, mesmo se tratando de um time mais experiente.

    Fonte: Luiz Esmael/A Gazeta

    ResponderExcluir

Atenção: identifique-se, comentários anônimos serão excluídos!