terça-feira, 6 de julho de 2010

Athos afirma que não pediu premio e tratamento diferenciado

3
Athos é um jogador experiente e habilidoso que vem agregar principalmente na armação das jogadas. Ele tem 30 anos e estava no União da Ilha da Madeira em Portugal, onde ficou por 6 meses. O jogador nasceu no Rio de Janeiro, mas começou a carreira na categoria de base do Grêmio, realizou o juvenil no Internacional e, assim que virou profissional foi chamado para integrar a equipe do Nantes na França, onde permaneceu por três anos e levou o título da Copa da França em 2001. No retorno ao Brasil ele jogou ainda pelo Vila Nova de Goiás, Paraná Clube, Criciúma (onde foi campeão Catarinense em 2005 e vencedor da série C em 2006), São Caetano, Oeste de Itápolis e União.

O jogador disse estar bastante entusiasmado em vir para o Mixto. “Eu já trabalhei com o Barbieri e sei que ele é um técnico vencedor. Eu também quero vencer. Além disso, será muito importante mostrar meu potencial nesta parte do Brasil”, disse.

Ele garantiu também que não quer ser tratado de forma diferenciada. “Em nenhum momento pedi um prêmio diferenciado ou um tratamento diferente do que é dado aos meus colegas. Eu conheço o grupo que me espera e tenho amigos que estimo e tenho grande respeito. Todos são jogadores de potencial e quero estar junto com essa equipe”, garantiu.

Enquanto estava em Porto Alegre o jogador aproveitou para acompanhar alguns treinos dos futuros adversários Mixtenses na Série D. “São times de grande potêncial. Será um campeonato bastante disputado. Mas eu acredito no Mixto e principalmente no trabalho técnico desta equipe. Sei que podemos chegar”, concluiu.

Fonte: Assessoria de Imprensa e Comunicação Mixto EC
06/07/2010
Author Image
Publicado por: Fábio Ramirez

O MixtoNet é um portal mixtense independente, impulsionado por torcedores. Encontrou algum erro, tem sugestão de matéria? Envie para nós: contato@mixtonet.com

3 comentários:

  1. Sobre o valor dos jogos da série D R$ 20,00 a cabeça:

    Carlos Orieno, pelo amor dos meus filhinhos, acorda a maioria da população brasileira ganha salario mínimo, serão 3 jogos em cuiabá ou seja o torcedor ira gastar no mínimo R$ 100,00 se comparecer aos três jogos, é a cesta básica do torcedor que você esta levando embora cara pálida.

    ResponderExcluir
  2. Orione é um imbecil, alguem tem que parar este velho gaga que de bobo não tem nada

    ResponderExcluir
  3. eu acredito no Athos akla parada de tratamento diferenciado era conversa mole do pardal pra colocar o Athos contra a torcida

    ResponderExcluir

Atenção: identifique-se, comentários anônimos serão excluídos!