quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Setor Jurídico do Mixto avança para quitar todas as dívidas do clube

11
Ao contrario do que muitas pessoas pensam, um time de futebol não se faz apenas dentro de campo. O clube precisa que todas áreas fora do gramado também trabalhem em constante sintonia. Desde o fim de 2009, quando a Afam planejou um futuro promissor para o time Alvinegro - focado em 2014 - varias ações foram realizadas a fim de garantir o aparato necessário para concretizar o sonho antigo de ver o Mixto na elite do futebol nacional.

Sem alarde, o setor jurídico do clube começou a trabalhar na área mais fragilizada, para resolver todas as ações antigas contra o clube. No fim de 2009, eram 32 ações de ex-funcionários e jogadores, que totalizavam um divida superior a R$887 mil. Os processos mais antigos eram do ano de 2005.

Após uma reunião entre a Diretoria do Mixto com o presidente do Tribunal Regional do Trabalho, foram reunidos todos os 32 processos em tramite até aquele momento, os cálculos foram atualizados e os advogados dos reclamantes convocados para uma Audiência de Conciliação que se realizou na Presidência do TRT dia 29/01/2010.

Dos 32 processos, o Mixto celebrou acordo em 21 deles, tendo cumprido todos os compromissos firmados. Após a audiência do dia 29 o clube celebrou acordo em mais 6 processos, sendo que em 02 os pagamentos foram parcelados, e 04 dependem da liberação do repasse das verbas retidas na Secretaria de Esporte e Lazer (SEEL). Outros 5 permanecem em tramite visto que os reclamantes no aceitaram a proposta de 60% do crédito liquido ofertada pelo clube.

Quando o Mixto anunciou o pagamento de todos os acordos, mais 18 novas ações foram movidas contra o clube de pessoas que pleiteiam direitos relativos à antigas administrações. Somente 2 ações são relativas a atual administração. Destes novos casos, 5 já foram quitados.

O restante segue para julgamento, já que o Mixto entende que não estão corretos os pedidos. Além disso, está-se contestando valores e buscando um acordo por montantes reais e dentro das possibilidades do clube. Para se ter noção, somando todos os valores pedidos nos 20 novos processos chega-se a um montante superior a R$2 milhões.

Segundo o advogado do clube, Hélio Machado Júnior, todos os acordos realizados até agora foram cumpridos ou estão sendo pagos normalmente, exceto aqueles que dependem da verba da Seel. “A intenção quando eu fui chamado era criar um setor jurídico a fim de evitar que novas ações fossem movidas e tentar conciliar todas as antigas. É isso que estamos fazendo. Aos poucos, tenho certeza que vamos solucionar tudo que está pendente. O clube só tem a crescer com isso”, conclui.

Fonte: Assessoria de Imprensa e Comunicação Mixto EC
02/09/2010
Author Image
Publicado por: Fábio Ramirez

O MixtoNet é um portal mixtense independente, impulsionado pela torcida. Encontrou algum erro, tem sugestão de matéria? Envie para nós: mixto@mixtonet.com

11 comentários:

  1. ah bom, tem que ser assim mesmo, acompanhar e não deixar de ter a rédia nas mãos, concordo que as coisas tem que andar em sintonia mesmo, campo e extra campo, tudo é questão de planejamento

    ResponderExcluir
  2. Senhores diretores, vamos fazer parcerias para aquisição de acessórios do clube para colocar a venda, com certeza voces irão ter uma renda a mais para ajudar nas despesas do clube. Hoje é dificil conseguir algum produto do clube, sei que tem muita gente que procura e dificil encontrar alguma coisa do clube, só as camisas e mesmo assim praticamente só vendem numeração única, não existe camisa infantil, feminino, pô, vamos aproveitar que a torcida esta procurando, se liga galera

    ResponderExcluir
  3. Parabens ao setor juridico, e tem que divulgar mesmo o trabalho,só assim mostra o novo rumo do clube. Em tempo; VAMOS PROGRAMAR SÓCIO TORCEDOR, até o SANTOS está programando.

    ResponderExcluir
  4. Eu pesquisei no tribunal e verifiquei que o Goleiro Douglas tambem moveu ação contra o mixto, segundo a defesa do mixto ele recebeu todos os seus direitos mesmo assim acionou o mixto dizendo não ter recebido nada..... isso é uma tremenda falta de carater espero que a diretoria nunca mais o contrate.

    ResponderExcluir
  5. Concordo com Gentil, o Mixto ja deveria ter alguns produtos para vender, pelo menos as coisas mais básicas no começo, realmente é dificil achar camisa do clube para criança, e mulheres. A turma quer ter algo que lembre o clube assim como os grande clubes nacionais, mas não acha, pensem nisso, voces derrepente para começar podem até colocar uma sala aí no CT para vendas dos produtos para não ter que pagar aluguel em outro lugar, VAMOS LÁ MIXTÃO, OS TORCEDORES QUEREM AJUDAR, MAS DE QUE FORMA? SÓ PAGANDO INGRESSO EM DIAS DE JOGOS?

    ResponderExcluir
  6. Concordo com Gentil e Julio, mais penso que agora que o mixto na verdade está em bom momento, deveria alugar um local na Av getúlio Vargas e, propramar SOCIO TORCEDOR, vender produtos do mixto,camisas,adesivos,copos etc,tem muita coisa que o mixto está perdendo por falta de organizar.

    ResponderExcluir
  7. Deveria penhorar a casa do Julio pinheiro, toda essa dívida foi contraída por ele, o mixto, naquela época, só não tinha fechado as portas pq seu presidente dava calote em todo mundo, e quando saiu deixou um herança maldita, uma verdadeira batata quente na mão dos novos administradores, se não fosse a Afam, através do patrocínios só existiria o túmulo do Tigre. Mas está sendo superado todo este entrave, quando se tem dinheiro tudo se resolve. SÓCIO TORCEDOR, com certeza se houver lisura no processo e transparência na aplicação do que for arrecadado, assim como é no internacional, eu sou um que vou doar 50,00 por mês, ah... e faria isso não como gasto, mas sim como investimento em minha felicidade futura que é ver o mixto na elite do futebol brasileiro.

    ResponderExcluir
  8. Temos que ir aos poucos, primeiro começar a venda de produtos, pq o lance do Sócio Torcedor requer investimento pesado em Tecnologia, para que tenha lisura no projeto e transparencia, é sem dúvida uma grande ajuda ao clube porém requer investimento, então acho que a principio parcerias para venda de produto do clube seria mais viável nas condições que o Mixto se encontra

    ResponderExcluir
  9. O Mixto deve só isso vai tirar de letra o Clube do Remo de Belém deve 12 milhões a diferença é que o Remo tem patrimônio pra vender se for o caso como estádio,sede social e sede náutica,mas sempre é bom negociar antes que a divida aumente e o clube fique sem saída pra pagar a palavra chave é gestão dos cartolas e a fiscalização da torcida.

    ResponderExcluir
  10. Pois é Gomes, por isso é interessante e importante o clube possuir um conselho deliberativo não só com esses politiqueiros mas com gente ligada a sociedade, amantes do mixto, torcedor e por aí vai, o clube tem que ser transparente

    ResponderExcluir
  11. Parabéns Mixto Esporte Clube pagando as dívidas com tranquilidade,não somos como a bosta do remo q precisa vender a sede pra não falir kkkkkkkkk

    ResponderExcluir

Atenção: identifique-se, comentários anônimos serão excluídos!