quinta-feira, 7 de abril de 2011

Neto Nepomuceno defende que base dos jogadores deve ser mantida

0
Ainda no aguardo do repasse da AFAM (Associação Amantes do Futebol e Amigos do Mixto, a equipe do Mixto segue com seu futuro indefinido. Na quarta-feira, o Alvinegro foi eliminado do Campeonato Mato-grossense pelo Barra, nos pênaltis.

O clube deve um mês de salários à comissão técnica e sofre com a falta de amparo da associação criada para ajudar o Tigre financeiramente.

A promessa de R$ 100 mil mensais foi cumprida somente no mês de janeiro e a diretoria precisou realizar um empréstimo para quitar os débitos de fevereiro. Os vencimentos de março seguem sem definição de quando serão pagos.

O presidente do Conselho Deliberativo, Hélio Machado, acredita que o clube não pode ficar esperando a AFAM e precisa correr atrás de dinheiro para sanar o problema. Precisamos encontrar soluções o mais rápido possível”, relatou.

Enquanto isso, Neto Nepomuceno (foto), diretor de futebol, acredita que essa não é a hora de dispensar todos os atletas, para não repetir os mesmos erros do passado. “Temos uma equipe boa. Perdemos nos pênaltis, que muitas vezes é questão de sorte. Se mandarmos todos embora agora, será a mesma correria para montar outra equipe que irá disputar a Copa Mato Grosso”, analisou.

Ele criticou a AFAM e afirmou que os problemas extra-campos prejudicaram a equipe no Estadual. Um dos membros da Associação, Vivaldo Lopes, se limitou a dizer que não está mais na diretoria neste ano. Ele tenta viabilizar somente os débitos de 2010.

O presidente da AFAM, Éder Moraes, está nos EUA e deve retornar no domingo.

Fonte: Robson Boamorte/Futebol MT
07/04/2011
Author Image
Publicado por: Fábio Ramirez

O MixtoNet é um portal mixtense independente, impulsionado pela torcida. Encontrou algum erro, tem sugestão de matéria? Envie para nós: mixto@mixtonet.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção: identifique-se, comentários anônimos serão excluídos!