sábado, 17 de setembro de 2011

MIXTO JOGA MAL E PERDE POR 2 A 0 PARA O RIVAL NA ESTREIA DA COPA MT

3
Mixto se defende de ataque operariano (Foto: Walter Machado/Futebol Press)
O Operário foi melhor durante todo jogo e estreou na Copa Mato Grosso vencendo o seu maior rival. Fez 2 x 0 sobre o Mixto em noite de grande atuação do seu centroavante Neto (autor dos dois gols) no Estádio Presidente Dutra, com um público de 700 pagantes.

Primeiro tempo
O jogo começou bastante corrido; pouca técnica, mas uma grande velocidade. O Operário controlava e determinava o ritmo do jogo. O primeiro momento de perigo, no entanto, só surgiu aos 20 minutos e foi para o Operário: o centroavante Neto obrigou o goleiro Héverton a uma grande defesa.

Aos poucos o ritmo da partida diminuiu, mas, com boa marcação, o Operário seguia melhor. E voltou a criar uma ótima chance para marcar aos 39 com o meia Henry chutando com perigo.

O Mixto finalizou pela primeira vez com razoável perigo no minuto seguinte, com Tatico, para defesa do goleiro Fernando sem grandes dificuldades.

Mas aos 44 o Operário comprovou sua superioridade obrigando o goleiro mixtense a mais uma boa defesa: o centroavante Neto fez bela jogada individual e o meia Wanderson finalizou para defesa de Héverton.

Evandro (Mixto) disputa bola com Neto (Operário)
(Foto: Walter Machado/Futebol Press)


Segundo tempo
O segundo tempo começou como terminou o primeiro, com o Operário melhor. Mantendo boa marcação e rápido ao atacar, o Chicote chegou e finalizou várias vezes próximo a área mixtense. Aos 7, na expectativa de fazer seu time reagir, o técnico Marcos Birigui trocou o volante Rômulo pelo meia Paulinho.

Mas o Operário continuou melhor e perdeu nova boa chance com o meia Wanderson aos 15 minutos, errando um passe que deixaria o atacante Neto na cara do goleiro. Em seguida o técnico Murilo Alves mexeu pela primeira vez, trocando Henry por Thiago.

O ritmo dos dois times continuou o mesmo e a superioridade tricolor foi premiada aos 25 minutos com o centroavante Neto, que recebeu na frente do goleiro do Mixto e, com categoria, mandou pra rede, fazendo 1 x 0.

O Mixto esboçou uma reação e foi ao ataque mandando duas bolas no travessão do goleiro Fernando. Mas a resposta operariana veio de imediato com Héverton fazendo mais uma grande defesa e impedindo o segundo gol, que seria marcado por Wanderson.

Mas, no lance seguinte o goleiro alvinegro nada pode fazer: Neto, o melhor jogador em campo, aproveitou boa jogada de contra-ataque puxada por Thiago e marcou de novo fazendo 2 x 0. Eram 35 minutos do 2º tempo.

Birigui respondeu com mais uma substituição – trocou Danilo por Jeanzinho. O que não mudou muito o panorama do clássico, pois o Operário continuou melhor e mais perigoso. Aos 40, sentindo uma fisgada na coxa direita o artilheiro do jogo foi substituído por Dudu.

Contundido, o zagueiro Guilherme foi substituido por Merica. O Mixto ainda tentou diminuir com Jean Carlos acertando a trave, mas o último lance de gol foi do Operário em contra-ataque que quase terminou no terceiro gol.

Ficha técnica:
- Mixto E.C. 0x2 Operário F.C.
- Copa Mato Grosso, Estádio Presidente Eurico Gaspar Dutra (Dutrinha)
- Público pagante: 700 pessoas
- Público presente:  cerca de 950 pessoas
- Os times:
Operário – Fernando; Alan, Lugano e Guilherme (Merica); Marlon, Wilson Sapo, Lê, Wanderson, Henry (Thiago) e Laércio; Neto (Dudu).
Mixto – Héverton; Negretti, Thiago, Evandro e Danilo; Felipe, Jean Carlos, Rômulo (Paulinho) e Tatico; Cléber (Oneir) e Gustavo.

Fonte: Craques do Rádio - Rádio CBN Cuiabá (AM 590)
17/09/2011
Author Image
Publicado por: Fábio Ramirez

O MixtoNet é um portal mixtense independente, impulsionado pela torcida. Encontrou algum erro, tem sugestão de matéria? Envie para nós: mixto@mixtonet.com

3 comentários:

  1. NA TARDE/NOITE NO DUTRA, O TRICOLOR SURPREENDEU O "FAVORITO" MIXTO: 2 A 0

    Abrindo a Copa Mato Grosso, com público razoável, o Operário sobrou em campo e venceu o Mixto por 2 a 0, em partida válida ainda pela primeira rodada, realizada no Dutra na tarde deste sábado.

    Os gols só sairam no segundo tempo, mas o Tricolor foi superior o tempo todo, marcando bem no meio e na defesa e saindo rápido para o atque. A boa atuação do goleiro mixtense, Perereca, que inclusive jogou machucado, evitou um placar mais dilatado, já que Neto e Wanderson perderam dois gols, respectivameente, no primeiro tempo. Por isso o 0 a 0 no primeiro tempo.

    Na segunda etapa, sempre tentando o gol, apesar de ter jogado com três zagueiros, o Operário abriu o placar aos 25 minutos, através do atacante Neto. O Mixto, que não pode contar com pelo menos três titulares por problema de documentação, não sabia sair da boa marcação do Operário, onde o maior destaque foi o "lébero" Guilherme".

    Neto, que estava acabando com o jogo, voltando inclusive para buscar o jogo e ajudar no meio, acabou marcando o segundo gol aos 30 minutos e fechou o placar. Este resultado, coloca o Operário na liderança da chave, ao lado do Cuiabá, que tem maior saldo de gols, já que goleiou o Palmeiras, na quarta-feira passada.

    Fonte: Orlando Antunes/Futebol Press

    ResponderExcluir
  2. CHICOTE DA FRONTEIRA DOMINOU O JOGO E VENCEU O CLÁSSICO DOS MILHÕES COM PROPRIEDADE

    Com propriedade, o Operário venceu o Mixto por 2 a 0, neste sábado, pela estreia na Copa Mato Grosso. O artilheiro da noite foi o atacante Neto, autor dos dois gols do Chicote da Fronteira, no estádio Dutrinha.
    Com desfalques pela desorganização da direção, que não regularizou a tempo três jogadores que seriam titulares - o zagueiro Anderson, o meia Davi e o atacante Dioney, o Mixto foi presa fácil para o Operário, que dominou o jogo inteiro.
    A partida começou truncada e com muitas faltas cometidas. A primeira grande chance do jogo saiu aos 20 minutos, mas Henri desperdiçou de frente para o goleiro Perereca, que saiu bem e abafou o lance. Apesar da postura defensiva – esquema 3-6-1 – o Operário tinha o controle do jogo, mas não traduzia a vantagem em gols.
    Aos 44 minutos, Wanderson quase abriu o placar, após receber passe de Neto e chutar de primeira, para mais uma boa defesa de Perereca. Fim de primeiro tempo e 0 a 0 no placar.
    O panorama do segundo tempo foi o mesmo, com o Tricolor imprimindo o ritmo. Para tentar reagir, o treinador Marcos Birigui trocou o volante Rômulo pelo meia Paulinho, mas de nada adiantou. O Tigre seguia sem criar chances claras de gol.
    Aos 15 minutos, Henri lanço para Wanderson que, livre de marcação, chutou para fora, em ótima oportunidade.
    Até que aos 25, Neto apareceu sozinho na área, após uma bola espirrada na área. Ele ainda teve tempo de escolher o canto e tocar na saída de Perereca. Estava aberto o placar no Dutra.

    Com 30 minutos jogados, o Tigre quase empatou após uma bomba de Jean Carlos. A “redonda” batizou a trave duas vezes. No lance seguinte, Wanderson desperdiçou mais uma boa chance.
    Aos 32, veio o segundo gol que acabou com as esperanças do torcedor mixtense.
    Thiago puxou um bom contra-ataque pela esquerda e cruzou para Neto, mais uma vez livre, só escorar para o fundo das redes.
    Depois disso, o Operário valorizou a posse de bola e gritos de “olé” foram ouvidos inclusive pela torcida do Mixto. Aos 41, Paulinho ainda acertou a trave, em lance que poderia ser o gol de honra do Alvinegro.
    Ficha técnica

    Operário – Fernando; Alan, Lugano e Guilherme (Merica); Marlon, Wilson, Lê, Wanderson, Henri (Thiago) e Laércio; Neto (Dudu). Técnico – Murilo Costa
    Mixto – Perereca; Negreti, Thiago, Evandro e Danilo (Jeanzinho); Felipe, Jean Carlos, Rômulo (Paulinho) e Tatico; Clébison (Oneir) e Gustavo. Técnico – Marcos Birigui

    Árbitro – Marcelo Alves dos Santos
    Cartões amarelos – Negreti e Paulinho (Mixto) e Fernando (Operário).
    Público – 700 pagantes
    Renda – Não disponível

    Fonte: Robson Boamorte/Futebol MT

    ResponderExcluir
  3. TRICOLOR VENCEU COM DOIS GOLS MARCADOS PELO CENTROAVANTE NEI. SÉRIE HISTÓRICA ENTRE EQUIPES NA COPA MT MOSTRA EQUILÍBRIO ENTRE OS DOIS TIMES

    A rivalidade entre Operário e Mixto esteve mais uma vez no centro dos gramados. Neste sábado, ambas equipes estrearam na Copa Mato Grosso em partida realizada no estádio Dutrinha e reeditaram o famoso clássico dos milhões. Melhor para o Tricolor Varzeagrandense, que pelo placar de 2 a 0, largou na frente.

    Em uma tarde inspirada, o Operário demonstrou domínio de jogo ao pressionar desde o primeiro tempo o adversário. Mesmo criando mais oportunidades, o primeiro tempo do confronto terminou com o marcador inalterado. Já na etapa complementar, Nei marcou duas vezes para o Operário e assegurou a vitória para o grupo comandado pelo técnico Murilo Costa.
    Com o resultado, o time de Várzea Grande somou os três primeiros pontos pelo grupo B na Copa Mato Grosso e encostou na liderança da chave, ao lado do Cuiabá Esporte Clube. A competição assegura vaga na Copa do Brasil em 2012.

    Os jogos da Copa Mato Grosso começaram no último sábado (10). Em campo, Serra e Sinop empataram em 2 a 2 durante confronto no estádio Mané Garrincha. Na quarta-feira (14) o Cuiabá Esporte Clube goleou o Palmeiras, pelo placar de 5 a 0. No mesmo dia, União e Vila Aurora empataram em 1 a 1.

    HISTÓRICO
    A série histórica da Copa Mato Grosso, que em 2011 chega à sua oitava edição, revela um cenário de igualdade. Entre todas as edições, foram cinco vitórias para cada lado e cinco empates. Em 2005, Tricolor e Alvinegro decidiram o título e o título acabou para o Tricolor.
    Compromisso
    Na próxima terça-feira (20) o Mixto entra em campo novamente. Desta vez, terá como adversário o Palmeiras. O jogo está marcado para 20h10 no estádio Eurico Gaspar Dutra. Na quarta-feira (21) o Operário de Várzea Grande encara o Cuiabá Esporte Clube, a partir das 20h10, também no mesmo estádio.

    Fonte: Globoesporte/mt

    ResponderExcluir

Atenção: identifique-se, comentários anônimos serão excluídos!