sexta-feira, 4 de novembro de 2022

Mixto inicia reformulação para a temporada 2023

2

Após conseguir o acesso a elite do estadual em 2022, o Mixto já trabalha no projeto de 2023 e começou o seu processo de reformulação do elenco para buscar vaga em uma competição nacional na próxima temporada.


ELENCO:

A lista de dispensa do Mixto é grande; Airon, Michel, Odair, André, Fabinho, Willian Barão, Vinicius, Lazari, Bilau e João Guilherme. 

Destes nomes, a diretoria tentou a renovação de Fabinho e João Guilherme mas não foi possível por não haver acordo financeiro. 

Elias, Peixinho, Picachu e Ruan Bahia estavam emprestados pelo União e terão que retornar a Rondonópolis. Com exceção do goleiro Elias, o Mixto mantém interesse nos outros três nomes.

Lateral Fabinho já se despediu do clube em suas redes sociais (Foto: Gil Gomes) 


RENOVAÇÕES:

Os atletas Luan, Juliano, Igor, Odail Júnior e Michael renovaram e irão seguir no Mixto. Eles se juntarão aos novos contratados para o Estadual.


CONTRATAÇÕES:

O mixtonet apurou e tem informações que o Mixto já tem acordo com a próxima comissão técnica, alem pré contrato com vários atletas, com isso um pacotão de reforços deve ser anunciado já nessa próxima semana. 


COMISSAO TÉCNICA:

Como dito anteriormente, o Alvinegro deve anunciar a sua comissão técnica já na próxima semana, os novos comandantes seriam um " plano B " da diretoria Mixtense, que em um primeiro momento tentou a contratação de Itamar Shule, que não conseguiu a liberação do Confiança - SE.

O mixtonet buscou informações e descobriu que a nova comissão técnica estaria vindo de São Paulo, tendo na bagagem a disputa da série A2 e da copa Paulista em 2022.



Fonte: Mixtonet

Author Image
Publicado por: Lucas Luna

O MixtoNet é um portal mixtense independente, impulsionado pela torcida. Encontrou algum erro, tem sugestão de matéria? Envie para nós: mixto@mixtonet.com

2 comentários:

  1. Necessário evitar o que aconteceu de o gestor de futebol simplesmente resolver sair do clube, como aconteceu com Murilo neste ano. Ou o clube deixou de cumprir com algo ou o ex-diretor não pensou nas consequências. Porém isto não pode acontecer no meio do campeonato. Tem que ter uma cláusula no contrato de modo que se algum clube pretender tirar alguém, que pague e pague muito bem. Um gerente de futebol exigente, conhecedor do universo futebolístico e altamente competitivo é o que o Mixto precisa. O técnico também precisa ser maduro, audaz e autônomo. A qualidade do elenco virá disto. Ver o Mixto subir pro Brasileirão é o mínimo hoje em dia. Mas tem que pensar grande. Não dá mais para ficar arriscando com elenco mediano, como foi na Copa FMF. Dos clubes de massa nas capitais e nas grandes cidades do interior brasileiro, o Mixto é um dos poucos que precisa subir.

    ResponderExcluir
  2. na minha opinião o mixto precisa de uma defesa tecnicamente e fisicamente muito acima do que teve na copa fmf. levou cada gol estúpido que prejudicou o elenco todo. porem concordo com outros torcedores que do meio de campo pra frente tambem pouco conseguia criar, lançamentos e passes muito ruins e finalizações piores ainda

    ResponderExcluir