sábado, 27 de janeiro de 2024

Mesmo com portões fechados, torcida mixtense mobiliza para comparecer ao Dito Souza e apoiar o Mixto

2


“Mesmo tendo o direito de assistir à partida do Mixto presencialmente cerceado, vamos comparecer e fazer barulho fora do estádio Dito Souza!”, diz o chamado da Boca Suja em uma rede social.


Os torcedores mixtenses prometem comparecer ao Dito Souza para apoiar o Mixto no clássico contra o Operário, mesmo com a partida sendo realizada com portões fechados.


A torcida Boca Suja convoca uma concentração do lado de fora do estádio. Segundo a organizada mixtense, os torcedores estarão no portão do estádio, cantando e apoiando o Mixto.


“Nossa energia vai chegar até os jogadores no campo”, disse um dos integrantes da Boca Suja, ao explicar que os torcedores pretendem assistir à partida por meio de um telão instalado nos arredores do Dito Souza.


Recado TBS aos torcedores


Programação TBS - domingo dia 28/01

— 15h: Início da concentração no 'JS Lanchonete e Bar'

— 15h15: Recepção do ônibus e dos jogadores do Mixto

— 17h: Torcer pelo Mixto no portão do estádio Dito Souza, com TV e batuque


Local da Concetração em frente ao Dito Souza



Fonte: MixtoNet

Author Image
Publicado por: Fábio Ramirez

O MixtoNet é um portal mixtense independente, impulsionado pela torcida. Encontrou algum erro, tem sugestão de matéria? Envie para nós: mixto@mixtonet.com

2 comentários:

  1. Torcida apoia mas tem que cobrar também, prestar mais atenção no jogo. Jogo contra o Luverdense, dentro de casa, o Mixto jogou tímido demais. Cris Magno em dois jogos se apresentou pouco ainda, precisa jogar mais junto com Geovani. Guilherme Teixeira fez o gol contra o Nova Mutum, mas contra o Luverdense fez apenas um bom cruzamento para Geovani aos 35 minutos do segundo tempo. Daniel: o ponta número 7 jogou com lentidão e demonstrou hesitação com a bola, e precisa acender mais o próprio jogo. Mateus LIma: também estava lento no jogo contra o Luverdense, hesitando com bola nos pés. Serginho: acompanha jogada dos adversários, mas precisa marcar com mais convicção. Eduardo: lento em campo e indeciso na dividida de bola. Ou seja, taticamente o Mixto estava organizado, mas individualmente alguns jogadores precisam se dar mais brilho próprio, acreditar mais em cada jogada e pensar em cada jogada como decisiva. Jogador profissional tem que se acostumar em ser observado, elogiado e criticado, e nao se intimidar, melhorar a cada jogo. Mixto precisa de um psicólogo ou falta Dorileo, Vinícius e Murilo estarem mais presentes dando bronca e apoiando os jogadores junto ao técnico?

    ResponderExcluir
  2. Treta armada... Proibem publico no estadio para essa nhaca do canal da federação no Youtube ter mais publico.

    ResponderExcluir

Atenção: identifique-se, comentários anônimos serão excluídos!