domingo, 11 de fevereiro de 2024

No sufoco, Mixto vence Araguaia e se aproxima da classificação. Guilherme Teixeira e Cris Magno marcaram para o Tigre

1

Guilherme Teixeira comemora o gol

O Mixto sofreu, mas superou o Araguaia por 2 a 1 na tarde deste domingo, no Dutrinha, pela 6ª rodada do Mato-grossense. Guilherme Teixeira abriu o placar de cabeça no primeiro tempo para o Alvinegro, enquanto Igor marcou golaço de falta para empatar para a Arara. No fim, Cris Magno recebeu na área e marcou o tento da vitória mixtense, que ainda contou com brilho do goleiro Jeferson Gomes nos minutos derradeiros.


Primeiro gol

Segundo gol

Como fica?

Com a vitória, o Mixto retomou o terceiro lugar o Mato-grossense, agora com 10 pontos, e de quebra colou no vice-líder Cuiabá, que tem 12.


O Araguaia, que havia entrado na zona de rebaixamento com outros resultados, tem cinco pontos e ocupa a nona posição.


Agenda

Pela 7ª rodada do Mato-grossense, o Mixto encara o Dom Bosco, na próxima quarta-feira, às 19h, no Dutrinha. O Araguaia visita o Cuiabá, na quinta-feira, às 19h, na Arena Pantanal.


Marquinhos do Sul

Daniel Jesus

Geovani

Guilherme Teixeira


Ficha técnica

Partida: Associação Atlética Araguaia  1 X 2 Mixto Esporte Clube

Competição: Campeonato Mato-grossense / 6ª rodada /  1ª fase

Data: domingo, dia 11/02/2024

Horário: 16h00min

Local: Estádio Municipal Presidente Eurico Gaspar Dutra (Dutrinha)

Árbitro: Leonardo Willers Lorenzatto (foto)

Assistentes: Paulo Cesar Silva Faria e Rafael Virgilio Peiter

Quarto árbitro: Adilson Martins Rodrigues

Gols: Guilherme Teixeira 51' 1T (Mixto),  Igor 4' 2T (Araguaia), Cris Magno  40' 2T (Mixto)

Cartões amarelo Araguaia: Biel e Luiz Bahia.

Cartões amarelo Mixto: Arthur Amorim, Kennedy, Eduardo Mello, Igor Vieira, Andrey e Cris Magno.

Araguaia: Lucas, Moura, Moura, Alisson, Marrá, Matheus, Frederico (Lotti), Biel (Ivo), Luiz Bahia (Paulo Neto), Carlos (Luiz) e Renê (Igor).

Mixto: Jeferson Gomes, Arthur Amorin, Eduardo Mello (Elder), Odail Jr, Anthony (Cris Magno), Andrey, Daniel Jesus (Raphael Toledo), Geovani, Igor Vieira, Marquinhos do Sul (Kennedy), Guilherme Teixeira (Lorran). Técnico: Ito Roque

Público e renda: em breve...



Fonte: ge MT. Fotos: Olímpio Vasconcelos/Assessoria Mixto EC. Ficah técnica: MixtoNet

Author Image
Publicado por: Fábio Ramirez

O MixtoNet é um portal mixtense independente, impulsionado pela torcida. Encontrou algum erro, tem sugestão de matéria? Envie para nós: mixto@mixtonet.com

Um comentário:

  1. Um sufoco mais por falta de criar do que pressão do adversário, que pouco atacou. Geovani, como sempre, produzindo as jogadas que se tornam gol, embora no jogo contra o Araguaia não tenha conseguido ser tão preciso como sempre é. No primeiro gol do Mixto, o cruzamento de Geovani na pequena área teve grande precisão para Guilherme Teixeira, que estava bem posicionado, cabecear. O gol de Cris Magno foi um belo gol, e o ataque estava mesmo devendo uma pressão maior sobre o adversário. Pena a bola não ter entrado no chute de longe de Igor Vieira (tinha a possibilidade de passar a bola à esquerda, mas num ataque que vacila ele tinha mesmo que tentar o chute). O gol do Araguaia: chute no ângulo, mas no mesmo lado do goleiro (golaço ou Jeferson poderia estar mais atento no lance? Para alguns mixtenses boleiros aos domingos de manhã, era uma bola óbvia e defensável). Aos 21 minutos, Eduardo Melo perde a corrida para o atacante do Araguaia, que depois recebe falta (na cobrança da falta, a barreira do Mixto abriu e a bola passou por baixo e pelo meio). No segundo tempo, Igor Vieira tem que fazer o papel também de lateral, pois não tinha absolutamente ninguém marcando o ataque do Araguaia. O goleiro Jeferson também espalma uma bola na pequena área, que vai parar a menos de 5 metros na grande área, e na sequência salva um chute desengonçado do atacante do Araguaia, mas que ia na direção do gol (depois da falha na espalmada, uma boa defesa para compensar o erro no início da jogada, mas Jeferson tem que receber orientação do treinador de goleiros para espalmar ou para fora da área ou para as laterais, mas ele não é mais iniciante, então tem mais é que saber destas coisas). Bom goleiro, mas precisa ajustar detalhes. Defesa do Mixto continua cometendo erros, e os gols levados nos jogos contra Luverdense, Operário e Cuiabá apenas indicam claramente que os atuais dez pontos poderiam ser pelo menos doze pontos ou mesmo 15 pontos (e a vice-liderança, já encostando no União com 16). Marquinhos do Sul pela direita e Kenedy/Anthony pela esquerda conseguem pressionar os laterais adversários, mas precisam triangular mais para fugir do rodízio de faltas (que o Araguaia usou taticamente) e fazer os cruzamentos com mais precisão. Se a política de contenção de despesas é essa, então a torcida não tem muito mais o que esperar do elenco nas próximas partidas, a não ser entrega, o que sempre tem como limite o preparo físico do elenco. Um meio de campo esforçado (com apenas Geovani dando conta de tudo), um ataque ainda devendo (alguns atacantes continuam ausentes em fazer ligação com o meio de campo e os ponteiros, e no jogo ontem apareceram os dois gols, enfim) e uma defesa que no todo não passa confiança e vem comprometendo resultados preciosos. O resultado são alguns pontos perdidos que poderiam ter deixado o Mixto já na disputa pela vaga direto nas semifinais. A fragilidade da defesa do Mixto simplesmente deixa a torcida ressabiada e nervosa, para alegria dos adversários. A torcida espera que Ito Roque, Murilo Gomes, Vinicius e Dorileo possam dar uma resposta mais concreta e rápida.

    ResponderExcluir

Atenção: identifique-se, comentários anônimos serão excluídos!