8.1.14

Goleiro Igor: "A torcida, os apelos que recebi para voltar, isso pesou"


Com chegada em Cuiabá prevista para às 14h desta quarta-feira, o goleiro Igor Lemos, 30 anos, diz que a torcida do Mixto foi decisiva para o seu retorno ao time. Afirmando que não tinha nada acertado com o Operário, o goleiro destacou a proposta financeira e de trabalho do Alvinegro.

“Não sei como o Operário anunciou minha contratação, só tinha conversado com o Tifu (Marcos Haneiko, supervisor do Tricolor). O César Gaúcho (presidente operariano) não me ligou" garantiu Igor.

O goleiro também afirmou que “ganhava mais na URT (Minas Gerais), porém o campeonato aqui vai ser curto, se não se classificar para a segunda fase acaba no começo de março e o Eder (Moraes, presidente do Mixto) me fez uma boa proposta com contrato maior”.

De acordo com Igor, o presidente alvinegro garantiu “um time forte, brigando pela Série D e disputando três competições (Estadual, Copa do Brasil e Copa Verde), o planejamento é bom”. O valor financeiro proposto também agradou o goleiro, mas ele garante que o motivo maior da sua decisão é outro: "A torcida, os apelos que recebi para voltar, isso pesou, foi decisivo".

Craques do Rádio

0 comentários :

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!