Éder Taques tenta justificar a goleada: desfalques e o “ritmo forte” do adversário


12/02/2014

Tentando manter a confiança, o técnico Eder Taques citou dois fatores ao explicar a goleada sofrida em Vilhena: os desfalques e o “ritmo forte” do adversário.

- Eles impuseram um ritmo muito forte, com velocidade, e nós tivemos dificuldades com isso. Não estivemos numa noite feliz, o placar foi exagerado, mas agora temos que reagir. Os desfalques também desestruturaram a equipe, pois ficamos sem quatro titulares. Mas agora é reagir, levantar a cabeça. Tudo é possível, assim como sofremos quatro hoje podemos fazer quatro em casa. Temos que fazer o que eles fizeram. Imprimir o nosso ritmo.

Craques do Rádio - Rádio CBN Cuiabá (AM 590)