Presidente diz que Mixto pode assumir vaga na Série D com possível desistência do Operário


05/05/2014

Éder Moraes fala da Copa MT, amistosos, articulações para Série D e anuncia chegada da Comissão técnica

Em entrevista à Rádio CBN Cuiabá o presidente do Mixto Éder Moraes confirmou a chegada do técnico recém contratado Thiago Oliveira e da nova comissão técnica para esta quarta-feira. 

Segundo o presidente, reuniões de planejamento serão executadas assim que chegar a Equipe Técnica. Éder comentou como será ajustado as coisas no clube:

"Basicamente do elenco do Mixto vai ficar três ou quatro e a gente vai iniciar um novo trabalho, dentro de uma nova filosofia de construção de uma boa base, uma boa estrutura para a disputa das futuras competições. Boa parte do elenco nós queremos um time jovem, diferente, por que vamos ter tempo para poder dar sincronia, ritmo de jogo, de conjunto. O Thiago Oliveira veio com a missão de montar um time de ataque, um time rápido e com a faixa-etária de 22/23 anos".

Sobre a Copa Mato Grosso Moraes criticou a postura da Federação Mato-grossense de Futebol em cogitar a não realização do torneiro seletivo para a Copa do Brasil e disse que só aceita essa posição caso uma negociação com o Operário avance no sentido do Mixto ocupar a vaga para a Série D.

"A Copa Governador é uma necessidade por que a definição de uma das vagas na Copa do Brasil passa por aí. O critério de melhor índice técnico, o Mixto no momento não aceita. Podemos até aceitar, mas depende muito de uma conversa com o Operário. Caso o Operário desista e não participe da Série D, por falta de condições financeiras, a gente ouve falar muito nisso, aí a gente vai entrar em um processo de articulação e poderíamos abrir mão da vaga na Copa do Brasil e Copa Mato Grosso, mas dentro um trabalho muito bem feito com todas as equipes. Mas tudo não passa ainda de conversas, de teoria. Prática mesmo a gente vai ver no decorrer dos dias".

O dirigente do Mixto confirmou que o clube pretende realizar "alguns amistosos com times de renome" com o objetivo de manter o time em atividade no segundo semestre. O Alvinegro estaria ainda negociando uma excursão para jogar contra times da América do Sul ou até mesmo da Europa.

Concluindo a entrevista, o presidente mixtense pontuou sobre as denúncias ocorridas nos últimos dias de salários atrasados e crise no clube, afirmando que tudo está sob-controle.

"Não há crise nenhuma estabelecida no Mixto. Muitas pessoas colocaram isso. Nós demos o tempo que o futebol precisa. Muitos atletas receberam o salário adiantado quando chegaram no clube e depois acharam que teriam que receber novamente na saída. E não tem. Então muitos já se colocaram, muitos já estão em outras equipes e aí a gente vê o rescaldo disso e já comecei a acertar essa semana com a parte administrativa do clube e vamos ver o restante dos atletas que ficaram no clube para a gente poder fazer o acerto".

Mixtonet - Craques do Rádio  - CBN Cuiabá