10.2.18

Com desfalque, mudanças e estreia, Mixto está definido para pegar o D Bosco. Veja escalação


Jogadores unidos em busca da 2ª vitória
Lance do coletivo no Sá Barreto
O Mixto realizou o seu apronto final na manhã de sexta-feira (09) no Mini-estadio Sá Barreto, no bairro Jardim Paulista. O técnico Souza definiu o time com algumas alterações, entre elas o volante Medina no lugar do volante Leiker, suspenso com o 3° cartão amarelo. Na defesa a novidade é o zagueiro Guilherme e na lateral a estreia de Wesley, ex-Cuiabá EC.

Para o clássico Vovô deste sábado, o time terá uma formação mais ofensiva. "Sabemos que precisamos do resultado para ir em busca da classificação", afirmou Souza.

Mixto e Dom Bosco se enfrentam hoje, sábado de carnaval, a partir das 15h30min na Arena Pantanal. O Alvinegro busca sua segunda vitória. 

A torcida mixtense ficará no setor Oeste e os ingressos serão vendidos na bilheteria da Arena, ao preço de R$ 20,00 a inteira e R$ 10,00 a meia entrada, mediante apresentação de carteirinha.

Relacionados para o jogo

Titulares

01 Vinicio
02 Wesley
03 Mateus
04 Guilherme
05 Paulista
06 Cleuber
07 Diego
08 Medina
09 Thiago
10 Matheus Borges
11 Bicudo Wanderson

Reservas

12 Heli
13 Geandre
14 Mateus Cuiabá
15 Hebeti
16 Oliveira
17 Lorenze
18 Juninho
19 Pedro
20 Daday

Comissão técnica

Técnico: Souza 
Preparador Físico: Ricardo
Treinador de goleiros: Julho Cezar
Massagista: Douglas
Diretor de futebol: Hélio Machado

Fonte: Edição Mixtonet. João Paulo/Assessoria Mixto EC - Site Oficial
10/02/2018

2 comentários :

Araújo disse...

O problema não é só o técnico, que já demonstrou que pensa muito baixo. Jogar para empatar em campeonato como o Matogrossense é lamentável, e a torcida evidentemente está irada. A atual gestão está protagonizando o afundamento do Mixto nesse campeonato de nível baixíssimo. Primeiro: aceitaram a transmissão dos jogos pela TVCA e o esvaziamento da arena, sendo que a presença da torcida deveria ser o principal trunfo do clube contra os demais adversários. Aceitou que a TV e a FMF lucrem no campeonato, pois a federação e a TV passam a disputar patrocínio com os próprios clubes. A força do Mixto tem que estar no Conselho, que deve ter uma atitude mais bruta, mais firme, mais profissionalizante. O time ruim dentro de campo é reflexo direto de uma presidência e de uma diretoria nem um pouco interessada em fazer do Mixto um clube de grande porte. Com Hélio Machado na Diretoria de Futebol, eis aí o resultado. Quase rebaixado no campeonato estadual mais fraco do país. É o cúmulo do fracasso para essas pessoas, mas o pior é que elas fracassam "pelo Mixto".

Araújo disse...

Time que em quatro jogos leva gols depois dos 45 do segundo tempo está recebendo por fora para deixar a bola entrar. Não é possível uma defesa amadora e sem compromisso como essa. Isto tem que ser averiguado, pois não é possível que a esta altura a presidência e a diretoria não tenham tomado um providência, se é que estão na gestão para o bem do Mixto.

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!