Entrevista: Fause Chauchar fala sobre a reestruturação do Mixto e o plano para 2021. Assista o vídeo

0

Dr Fause Chauchar faz com as mãos o símbolo do Mixto Esporte clube durante entrevista

Os aprensetadores Rosenil Luiz e Paulo Fanaia entrevistaram o vice-presidente financeiro do Mixto, Dr. Fause Chauchar. A matéria foi exibida no programa esportivo Bola & Amigos, da da TV Mato Grosso


Fause disse que o ano de 2021 será uma etapa de reorganização do Tigre.


"Esse ano é o ano de reestruturação do Alvinegro. Vamos montar um time bom para subir para a Primeira Divisão, fazer uma administração focada em gestão profssional"


O dirigente mixtense falou também sobre o movimento dos torcedores que elevou o clube de nível na Timemania (loteria esportiva), colocando-o entre os 40 mais apostados do Brasil e possibilitando a agremiação cuiabana receber cerca R$ 700 mil para pagamento de débitos. 


"O grande patrimônio do clube é a torcida, é um clube do povo, nós não somos um clube empresa. A torcida tem abraçado a causa, um grande exemplo é a Timemania, uma colaboração gigantesca. Para quem não sabe, o dinheiro da Timemania é todo para pagar a dívida do Mixto, a gente da diretoria não tem acesso a esse dinheiro. A torcida entendeu que é a torcida que vai levantar o clube. 


Chauchar refirmou por diversas vezes as prioridades que o clube determinado. 


"Estamos revendo toda a parte adinistrativa e conseguindo alguns patrocínios, mesmo que, infeslizmente, estejamos sem calendário".


Sobre a equipe que vai disputar a Segunda Divisão do Campeonato Mato-grossense, prevista para junho, o vice-presidente reafirmou o compromisso do técnico Eduardo Henrique com o Alvinegro. 


"Ele vai voltar para o Mixto, está tudo certo. Vai acabar o Mato-grossense e ele volta e vai ser o técnico do Mixto na Segunda Divisão". 


Falou também que existe um planejamento do futebol do Branco e Preto, que, segundo Fause, foi desenhado em acordado com o Eduardo Henrique.


"Vamos acompanhar o campeonato estadual (Mato-grossense 1ª Divisão), vamos buscar os jogadores que se destacarem e tentar contratar os que tiverem interesse no projeto. Vamos aproveitar também o trabalho que já temos no Sub-19, vamos aproveitar também esses guris, de preferência. Dependendo de como vai estar o financeiro, podemos trazer alguma peça específica de fora, diferenciado, mas, para manter no clube. A intensão é manter esses jogadores já para o Estadual, se a gente subir, para o ano seguinte. Não queremos ficar nessa de monta time e depois manda tudo embora e depois monta de novo em cima da hora e fica sem time nenhum, fica essa bola de neve".


Sobre o CT Ranulpho Paes de Barros, Chauchar explicou que está sendo negiciada uma parceria com os irmãos Paes de Barros, proprietários da estrutura que homenageia o histórico ex-presidente do clube. 


"A estrutura lá é muito boa, tem dois campos oficiais, alojamento para a base. Temos que investir na base. Futebol hoje em dia passa pela base".


Por fim, o gestor do Tigre lembrou de seu amor pelo futebol e sua história com o Mixto. Concluiu dizendo onde sonha em ver o Mais Querido e por fim, como médico cardiologista, deixou um recado sobre a importância da vacinação de todos.


"A gente quer fazer o Mixto voltar, se Deus quiser, a disputar a primeira divisão do Brasileirão. Começar de vagar, como tudo deve ser, com planejamento, Série D, Série C... nós contamos com o apoio da torcida, a gente quer que, quando acabar a pandemia, o torcedor volte para o estádio. Primeiro na Segunda Divisão, se Deus quiser já com a vacina e todos vacinados e derrepente já no Dutrinha. Queremos mandar os jogos da Segunda Divisão no Dutrinha. 


Veja o vídeo da entrevista


Nenhum comentário:

Postar um comentário