quinta-feira, 1 de abril de 2010

MAIS UMA GOLEADA!! MIXTO VENCE O PALMEIRAS POR 5x0 E ESCAPA DA DEGOLA

5
Com gols de Eduardo, Zé Paulo, Willian Kremer, Patrick e Tito, o Mixto aplicou mais uma goleada, dessa vez em cima do Palmeiras do Porto que foi direto para a segunda divisão do Estadual. Cinco a zero foi o placar. O Tigre escapa da degola, conquista a terceira vitória seguida e quarta partida sem derrota.
Com um bom público na tarde de quinta-feira, no Dutrinha, em Cuiabá, Mixto e Palmeiras lutavam apenas para decidir quem permaneceria na Primeira Divisão e o alvinegro confirmou seu favoritismo, vencendo por 5 a 0. Com o resultado o Periquito se une a Cáceres, Cacerense e Rec, já rebaixados. 

O Palmeiras começou a partida seguindo a sua tradição, sufocando o Mixto em jogadas de velocidade e teve a primeira chance com Buiú, mas Mauro salvou o alvinegro aos 7 minutos. Aos 8 minutos, o Mixto respondeu com Zé Paulo, que chutou a queima roupa, mas Dener defendeu para escanteio. Aos 12, Lulu perdeu ‘gol feito’, cara a cara com Mauro, ele chegou atrasado, no cruzamento rasteiro de Buiú. Aos 27 minutos, Patrick caiu na área, pedindo pênalti, mas Maurício Siqueira não marcou a infração cobrada pelo banco mixtense. 

O tempo passava e o Palmeiras ‘gostava’ do jogo. Com três zagueiros fixos, dois volantes fechando pelo meio e praticamente quatro apoiando o ataque, o Periquito se abria, mas falhava nas finalizações. Nos contragolpes, o Tigre também pecava, e, assim o jogo seguia equilibrado, mas ruim tecnicamente.

Foi somente aos 29 minutos que o alvinegro abriu o placar. Numa falha do goleiro palmeirense, após rebote, na falta de Willian Kremer, que tocou o travessão esquerdo, o zagueiro Eduardo mandou para o fundo da rede, numa confusão na pequena área. Dois minutos depois, Zé Paulo estava livre, contra dois zagueiros, e, errou o passe para Patrick, que descia também livre, pela direita, perdendo grande chance de ampliar o marcador. 

Aos 35”, o pequeno Jansen entrou na área alvinegra com liberdade, ia marcar o gol de empate, mas Mauro abafou o lance. Aos 40”, Patrick chutou duas vezes, mas não achou o gol, dando trabalho a Dener, que bateu roupa na primeira e segurou a segunda tentativa. Dois minutos depois, Zé Paulo recebeu pela direita, parou na entrada da área, fintou a zaga e chutou no canto direito de Dener, ampliando o placar: 2 a 0

Antes do primeiro tempo terminar Willian Kremer marcou um golaço. Ele chutou forte de fora da área e alcançou o canto esquerdo superior da meta alviverde, furando a rede de Dener: 3 a 0

Na etapa final, Barbieri sacou Zé Paulo para a entrada do cuiabano Tito. Jackson foi substituído por Pedro Paulo no Palmeiras. “Vamos atacar bastante o Palmeiras”, anunciou Tito, sobre as ordens do treinador. Logo aos 6 minutos, Rinaldo mostrou estar longe daquele artilheiro Tricolor; livre no atacante cabeceou cara a cara com Mauro, que defendeu com facilidade. Em seguida, Patrick foi derrubado na entrada da área do Palmeiras, no bico direito. Na cobrança, Eduardo chutou para fora. Na cobrança de escanteio, Kiko mandou a bola na área e Eduardo tentou mandar para dentro, mas Dener salvou. 

Apagado na partida, Buiú foi substituído por Rafael, recebendo vaias da torcida alvinegra. Aos 19 minutos, Patrick disparou pela direita, passou pelo goleiro e tocou na saída de Dener: 4 a 0, marcando o seu nono gol

Já rebaixado, o Palmeiras colocou os reservas para jogar. Rinaldo saiu para a entrada de Zezinho. Aos 23”, Kiko perdeu o quinto, com Dener abafando. Com a vitória definida, Barbieri sacou Willian Kremer – aplaudido pela torcida – para a entrada do veterano Marcos Paulo (um dos prováveis dispensados). 

Aos 29”, Patrick puxou o contra-ataque pela direita, cruzou na medida para Tito, que não teve competência para marcar o quinto gol. Dener segurou tranqüilo no chute fraco. Em seguida, Barbieri mexeu de novo, tirando o ala direita Danilo para a entrada de Lucas. 

Aos 32 minutos, Tito marcou um belo gol, recebeu a bola lançada de trás, deu um chapéu em Dener e fez 5 a 0

Agora o Mixto volta às atenções para o Campeonato Brasileiro da Série D, no segundo semestre, e a montagem de um novo elenco. Do atual, apenas o goleiro Mauro e Patrick estão garantidos oficialmente.

FICHA TÉCNICA
- Jogo: Palmeiras 0x5 Mixto E.C.
- Local: Estádio Presidente Eurico Gaspar Dutra - DUTRINHA
- Dia: quinta-feira, 01 de abril, às 15:30h
- Arbitragem - Árbitro: Mauricio Aparecido de Siqueira (Cuiabá). Assistentes: Joadir Leite Pimenta (Sorriso) e Fabio Rodrigo Rubinho (Várzea Grande)
- Gols: Eduardo/Mixto (29 min. 1° temp.), Zé Paulo/Mixto (42 min. 1° temp.), Willian Kremer/Mixto (47 min. 1° temp.), Patrick/Mixto (19 min. 2° temp.), Tito/Mixto (32 min. 2° temp.)
- Escalação:
. PALMEIRAS - Denner; Diego Banana, Evandro, Paulo Fernando e Janse; Nene, Simão (Simonei), Lulu e Jackson (Pedro Bala); Rinaldo (Zezinho) e Buiu(Rafael).
. Técnico- Ezequiel Rosa
. MIXTO - Mauro; Danilo (Lucas), Eduardo Luiz, Marcio Abraão e Fabinho; Fabio Rosa, Odail Jr, Kiko e William Kremmer (Marcos Paulo); Patrick e Zé Paulo (Tito).
. Técnico- Luiz Carlos Barbieri.


01/04/2010
fonte: Oliveira Jr./Craques do Rádio - Redação Mixto Net
foto: Gilmar Ramos/Futebol Press
Author Image
Publicado por: Fábio Ramirez

O MixtoNet é um portal mixtense independente, impulsionado pela torcida. Encontrou algum erro, tem sugestão de matéria? Envie para nós: mixto@mixtonet.com

5 comentários:

  1. valeuuu mixtooo... agora vamos ver a série D, sem cometer os erros amadores, tem que aprender com os erros. manter a base e começar desde já os treinamentos, nada de férias! vamos mixtão!

    ResponderExcluir
  2. Não acho legal a dispensa de tantos jogadores como estão querendo. Se fizer isso vão estar cometendo os mesmos erros do passado. tem que manter pelo menos a base que temos.. não podemos deixar isso acontecer...

    ResponderExcluir
  3. Não podemos cometer o mesmo erro,agora temos uma base de time,deven ser dispensados não a totalidade,deve-se ter critérios para não ficar com 3 ou 5 jogadores somente,que ai buscar um caminhão de jogadores de nada adianta,até entrosar,formar um time leva tempo,a série D,vai exigir vários jogadores,tem que ter banco à altura no time.

    ResponderExcluir
  4. tem que manter a base, demorou mais os garotos tavam começando a se entrosar agora, tem que dar continuidade gente, viva o nosso mixto

    ResponderExcluir
  5. Natanael de Matos Gomes Filho04 abril, 2010 21:14

    Deve manter a base, nada de uma despensa em massa, desse grupo deve haver no máximo duas ou três dispensas. Ai sim contratar jogadores certos para as posições certas.
    Natanael de Matos

    ResponderExcluir

Atenção: identifique-se, comentários anônimos serão excluídos!