sábado, 15 de maio de 2010

Mixto Feminino deixou escapar o título da Copa Mara Leite, perdeu nos penaltis

3
O Mixto Feminino perdeu mais uma final - a segunda consecutiva. Em março deste ano também havia deixado escapar o título na final da Copa Batom contra o Unidas do Pedregal

O Operário de Várzea Grande se sagrou campeão da 1ª Copa Mara Leite de Futebol Feminino. A grande final levou um público de cinco mil pessoas ao Campo do Tio Ari.

"Tivemos aqui uma grande disputa. Além das barulhentas torcida, foi um jogão, que celebrou um grande torneio", disse o diretor do grupo O Documento, Maksuês Leite.

A homenageada da Copa, Mara Leite, também avaliou como positiva a primeira edição do torneio. Para ela, a grande final marcou o encontro das mais tradicionais e também das equipes que mostraram o melhor futebol. "Apesar do alto nível técnico, Mixto e Operário mostraram entrosamento, além do fator camisa. O título, com qualquer uma das equipes ficaria em boas mãos", afirmou.

E a esperada final não decepcionou, pelo menos em termos de emoção. No tempo normal, houve muito equilíbrio entre as duas equipes. Já perto do final da partida, o Operário abriu o placar em lance de escanteio. Quando o tricolor já esperava o apito final, o Mixto empatou em cobrança de falta.

Na disputa por penaltis, a goleira Luana se consagrou e defendeu duas cobranças. O Operário venceu por três a dois e levantou a taça.

O evento ainda contou com apoio da equipe do Governo do Estado. Estiveram presentes, os secretários de Esporte e Lazer, Laércio de Arruda, da Casa Civil, Éder Moraes Dias, além do governador Silval BArbosa (PMDB). "A rivalidade que existe entre Mixto e Operário é sadia. O importante é que o esporte está proporcionando uma grande festa no aniversário da cidade", avaliou Silval.

O ex-prefeito de Cuiabá, Wilson Santos (PSDB), também compareceu. Operariano, ele comemorou o título da equipe. "Mixto e Operário é sempre jogo difícil. Felismente deu tricolor", colocou.

15/05/2010
fonte: O Documento
Author Image
Publicado por: Fábio Ramirez

O MixtoNet é um portal mixtense independente, impulsionado por torcedores. Encontrou algum erro, tem sugestão de matéria? Envie para nós: contato@mixtonet.com

3 comentários:

  1. Zezinho do Araés15 maio, 2010 21:53

    Tá difícil. O Mixtão não ganha com esta tal de Afam. Será castigo de DEUS?

    ResponderExcluir
  2. João do Poção16 maio, 2010 10:00

    Só pode ser macumba, até no feminino que o Mixto ganhava tudo que disputava agora não ganha mais, sô saravá

    ResponderExcluir
  3. Andrelino. Colocar treinador que nunca jogou futebol de campo, ainda para treinar mulheres. Ô Celso, vá para a sua praia, vai jogar salão. Numa final, contra o operarinho, no campo do adversário, tudo contra, o cara manda o time tocar bola, não ganhava uma dividida, todas as bolas alçadas na área do MIXTÃO, as jogadoras do interior ganhava. Olha Celso em campo, em final, tem de ganhar as divididas, tem de fazer gol de mão, de barriga, de qualquer jeito, o importante é o título. O que eu ví foi a sapatão da terinadora e o homoxessual do massagista do interior pressionando, invadindo o campo, correndo atrás das meninas do MIXTÃO, e você celso igual uma múmia na beira do campo, não fazia nada, você numa final de futebol de campo, num campo de várzea tem de fazer o que os adversários fizeram ou pior que eles. Campo não é salão celso, pede para ir ao banheiro e pára de inventar o que você não sabe.

    ResponderExcluir

Atenção: identifique-se, comentários anônimos serão excluídos!