quinta-feira, 24 de junho de 2010

Técnico do Luverdense fala sobre o Mixto e alerta sobre o pequeno campo do Dutrinha

6
O técnico do Luverdense, Lisca, fez ontem um alerta ao time do Mixto: a dimensão pequena do gramado do estádio presidente Eurico Gaspar Dutra, o Dutrinha, pode virar uma "arma" contra a equipe treinada por Luiz Carlos Barbieri na primeira fase do Campeonato Brasileiro da Série D. Segundo ele, é temerário o Alvinegro da Vargas disputar jogos como mandante e ser vítima do anti-jogo dos adversários Nauás (AC), Vilhena (RO) e Vila Aurora (Rondonópolis).

"É um absurdo o Mixto mandar seus jogos num campo igual ao Dutrinha. Não há espaço para você jogar ofensivamente, buscar espaço para trabalhar a bola. É preocupante no ponto de vista tático o time não conseguir jogar, pois o pouco espaço no campo favorece muito o adversário que vem com a intenção de buscar o empate. É preciso treinar mais no local para criar situações para vencer uma possível retranca", disse o técnico, que conheceu o Dutra no sábado passado, quando o seu time foi derrotado de 1 a 0 para o Mixto, gol de Erivelton, de pênalti.

Mas apesar do alerta ao seu companheiro de profissão Luiz Carlos Barbieri, Lisca faz questão de ressaltar que o elenco mixtense têm jogadores com características de enfrentar forte retranca. A dupla de atacantes Patrick e Zumbi recebeu elogios.

"O Patrick é um atacante de boa força física. Isso pode ser explorado durante os jogos, com o time jogando com ligação direta. Já o Zumbi se movimenta muito bem e também é bastante aguerrido. Vejo o Mixto com um grupo em condições de se classificar e realizar uma boa campanha na Série D", afirmou Lisca, que reconheceu que o time da capital foi melhor no primeiro amistoso entre os dois times.

Para a segunda e última partida entre as duas equipes, marcada para este sábado, às 15h30, no estádio Passos da Ema, o treinador do time de Lucas do Rio Verde adiantou que fará de três a quatro alterações no time. Mas Lisca nega que as mudanças sejam em decorrência do resultado negativo obtido no primeiro encontro. De acordo com ele, nesse período de plena pré-temporada à Série C, é preciso observar o maior número de jogadores possíveis.

Fonte: Luiz Esmael/A Gazeta
24/06/2010
Author Image
Publicado por: Fábio Ramirez

O MixtoNet é um portal mixtense independente, impulsionado por torcedores. Encontrou algum erro, tem sugestão de matéria? Envie para nós: contato@mixtonet.com

6 comentários:

  1. De certa forma ele tem razão, o Dutrinha poderá ser um tiro no proprio pé ao Mixto, lá não tem condições nenhuma de jogar, não com aquele gramado e com suas dimensões, ainda mais que em casa o Mixto tem partir para cima dos adversários e sair com resultado positivo, com dimensões menores e evidente que qualquer adversário jogará pelo empate, ou seja, terão que jogar recuado e aproveitando contra-ataques, seria um jogo tumultuado e feio

    ResponderExcluir
  2. Hahaha, tem razão sim, ainda mais depois da derrota do luverdense, kkkkkkkkkkkk!!!!!!
    O duro é esse timinho do luverdense. Se não segurou nem no dutra, imagine em um campo maior.
    E olha que o goleiro deles salvou algumas, não foi a zaga não!!!
    Isso é desculpa de perdedor, ou melhor, não aceitou perder para o mixtão!!!
    VAI ACERTAR O SEU TIME QUE VC GANHA MAIS EM VEZ DE FICAR DANDO PALPITE NOS TIMES DOS OUTROS!!!
    Melhor!!!!!! Aguarda para ver como vai ser em Lucas seu URUCA!!!!
    Pra sima deles mixtão!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Time que é time ganha até em golzinho de rua rapaz!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Concordo com treinador Lisca.O campo do dutra,pode se transformar em uma arapuca para o mixto.Jogar em um campo do tamanho do verdão, ofensivamente é mais fácil do que jogar em um campo pequeno como o dutra.Qualquer time arma uma retranca dicil.A observação de ser vista pelo Barbiéri

    ResponderExcluir
  4. Se liguem, o dutra é nosso, não perdemos uma depois que jogamos no dutra, ninguem segura nós no dutra.

    ResponderExcluir
  5. Campeonato Brasileiro é diferente, mesmo sendo série D. Eu tambem acredito que o Mixto em um campo de dimensões maiores tem maior chance, a não ser que o Mixto tambem não esteja lá tão bem como dizem. Campo de menor dimensão é favoravel para time com pouco trabalho de preparação fisica, condicionamento.

    ResponderExcluir
  6. realmente, pelas fotos dá pra perceber a pequena dimensão do gramado. Mas isso não preudica apenas a vcs, times que jogam em um gramado com 110x75 como o VEC tbm tem dificuldades em dimensões menores... o jeito é se acostumar msmo com esse fato e tentar desenvolver um bom futebol na medida do possível.

    ResponderExcluir

Atenção: identifique-se, comentários anônimos serão excluídos!