Alvinegro realizou prestação de contas e aprovou orçamento para a 2ª divisão

0
Por futebolmatogrossense.com.br

Plenária virtual reuniu dirigentes, conselheiros e representantes da torcida

Diretoria e Conselho Deliberativo do Mixto se reuniram na sexta-feira (9) em formato virtual. No encontro, foi apresentado a prestação de contas da equipe feminina — que se sagrou tricampeão Mato-grossense — e o orçamento para as próximas competições: Segunda Divisão do Estadual, Brasileiro Feminino, Copa FMF, Sub-17 e Sub-19.

Participação

Além dos dirigentes, na reunião estiveram presentes alguns funcionários do clube e representantes da torcida, demonstrando a vitalidade da democracia interna do clube. 


Transparência

A prestação de contas foi explicada ponto a ponto, com a descrição de cada gasto. O presidente Vinícius Falcão destacou que todas as notas fiscais e recibos estão digitalizados, passaram por verificação do setor de contabilidade, do Conselho Fiscal e estão disponíveis para eventuais consultas. 


Futebol feminino 

O Alvinegro tem investido na categoria. Além de uma relação umbilical com a história do Tigre, o esporte feminino, particularmente o futebol, tem ganhado cada vez mais espaço na mídia e se tornado um importante ativo. Com essa visão, o Tigre da Vargas investiu R$ 67.122,00 na disputa do certame estadual. 


Com a classificação para Série A2 do Campeonato Brasileiro, o Mixto preencheu um vazio em seu calendário de competições, dando volume para as ações do clube. A CBF banca boa parte dos gastos com logística, hospedagem e estrutura, mas o clube precisa arcar os gastos com auxílio-atleta, trabalhadores e logística de treino. Para este montante, foi apresentado um orçamento detalhado com o valor necessário para cada situação. 


Base feminina

O Mixto é no Mato Grosso o principal formador de jogadoras para o futebol feminino. Buscando valorizar esse trabalho, o clube pretende disputar o Campeonato Brasileiro Sub-18 Feminino e apresentou também o orçamento do que é necessário para realizar a meta. 


Base masculina

O Conselho Gestor sabe que a formação de atletas pode ser uma importante fonte de receitas para o clube e um fornecedor de material humano para as equipes profissionais. Assim sendo, o Mixto pretende reativar as categorias Sub-17 e Sub-19 e debateu na assembleia virtual o custo disso, tendo os valores aprovados no orçamento geral. 


Futebol profissional

Ciente que precisa investir para montar uma equipe competitiva para a Segunda Divisão, além de um orçamento, o encontro aprovou um plano para o departamento. 


A agremiação pretende disputar dois eventos neste ano, o Mato-grossense 2ª Divisão e a Copa FMF. A ideia é que o elenco montado para a divisão de acesso se mantenha para a disputa da Copinha — que vale vaga na Copa do Brasil com premiações volumosas. 


O custo mensal deve ficar em torno de R$ 95.400,00. Para as competições, o clube precisa levantar R$ 570 mil. 


Previsão

O orçamento geral de todas as categorias para 2021 passa de R$ 800 mil. O clube ainda não possui esse dinheiro e busca firmar parceiros. 


Entre os atuais apoiadores do Mixto, estão a Unimed Cuiabá, a C&A Construtora e a PolyCred. Conselheiros também fazem investimentos e um grupo de torcedores organiza uma espécie de vaquinha para arrecadar uma parte do dinheiro necessário. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário