quarta-feira, 25 de maio de 2022

Gramado do Geraldão preocupa Mixto

1

Atacante Michael pode perder a titularidade por causa do péssimo gramado

Time de melhor campanha entre os dez participantes na primeira fase do Campeonato Mato-grossense da Segunda Divisão, com seu ataque marcando nada menos do que 18 gols em quatro jogos, o Mixto demonstra preocupação com o estado do gramado do estádio Luiz Geraldo da Silva, o Geraldão, palco do jogo de ida da fase semifinal contra o Cáceres Esporte Clube no próximo domingo.


Há muito tempo, a irregularidade do campo local é um problema não só para os adversários como também aos donos da casa. A situação piorou nos últimos anos por conta da ausência de um representante, seja na Segunda Divisão ou na Primeira Divisão do Estado. A falta de manutenção deixa o gramado em situação quase impraticável, irregular.


Ex-jogador, o técnico mixtense Odil Soares não esconde sua preocupação com o atual quadro do Geraldão, com o campo de jogo penalizado com a ausência de grama em toda a sua extensão, terreno duro e muitos buracos. Para quem tem um time que preza pelo bom futebol, toque de bola e envolvimento do adversário, a saída é tenta fazer um jogo mais corpo a corpo.


“O Geraldão está péssimo para a pratica do bom futebol. Pelas informações que temos e fotos do campo, a situação é de campo ruim. Vamos ter que nos desdobrar para fazermos um bom jogo com a nossa característica”, disse o treinador, ressaltando a possibilidade de sacar da titularidade o rápido Michael por um jogador mais cadenciado. “O Michael é extremamente ágil, técnico. Este tipo de campo só prejudica sua característica. É perigoso até mesmo se lesionar num lance de velocidade”, frisa Soares.


Mandante

Presidente do Cáceres Esporte Clube, o pecuarista Marcinho Lacerda, disse que já cobrou a prefeitura municipal a fazer um tratamento intensivo no gramado para melhorar a condição de jogo para o próximo sábado.


Ex-presidente da Câmara Municipal de Cáceres, Marcinho afirma que o terreno ainda dá boa condição de jogo. “Já solicitamos a irrigação da grama até o dia do jogo, mas dá para praticar um bom futebol. Era para estar em melhor condição ao bom espetáculo”, finalizou o dirigente.


Fonte: Luiz Esmael/Jornal A Gazeta

Author Image
Publicado por: MixtoNet

O MixtoNet é um portal mixtense independente, impulsionado pela torcida. Encontrou algum erro, tem sugestão de matéria? Envie para nós: mixto@mixtonet.com

Um comentário:

  1. Óleo de peroba.25 maio, 2022 17:34

    É vergonhoso para a cidade de Cáceres e para esses vereadores sangue sugas, só olham para o próprio umbigo. Há anos esse campo do Geraldão não tem condições de jogo, junto a grama tem mato de todo espécie, buracos, morros feitos por formigas etc, tá pior que pasto para boi pastar. Infelizmente o poder público de Cáceres não vê a prática esportiva como essencial aos munícipes, por isso o gramado do Geraldão tá essa porcaria. A sociedade Cacerense vai ter que passar óleo de peroba na cara dos vereadores para eles tomarem providências necessárias e trocar esse gramado horrível do Geraldão. O técnico do Mixto tá certinho em ficar preocupado, pois vão ter que jogar como se fosse num campo de várzea. E pra vc Marcinho Lacerda, para de querer tapar o sol com a peneira tentando limpar a barra dos incompetentes e responsáveis pela manutenção do estádio Geraldão, infelizmente temos que passar por essa vergonha nacional. Lamentável

    ResponderExcluir