terça-feira, 19 de dezembro de 2023

Justiça defere pedido de recuperação judicial do Mixto, que avança por reestruturação

0


 O Mixto conquistou uma grande vitória fora de campo. Nesta terça-feira (19), a juíza Anglizey Solivan de Oliveira, da 1ª Vara Cível de Cuiabá, decidiu pela aprovação da recuperação judicial do Mixto Esporte Clube. Essa decisão evita bloqueios de receitas, penhora de contas e expropriação de bens ou valores do clube em razão de alguma ação judicial. A decisão vale por 180 dias, podendo ser prorrogada pelo mesmo período.

 

Com a preocupação de arcar com as suas responsabilidades e dando respostas aos credores de gestões anteriores que lesaram o clube, o Mixto mostra zelo e cuidado jurídico jamais visto. A dívida do clube já diminuiu consideravelmente e com essa conquista vai poder se reorganizar enquanto mantém as suas atividades.

 

Os advogados responsáveis pelo trâmite foram João Tito Neto e Karlos Lock, do escritório Lock Advocacia. Ambos são apaixonados pelo Mixto e explicam o tamanho do golaço marcado fora de campo.

 

“O Mixto vai poder se reorganizar economicamente através dessa recuperação judicial. Com base na nova lei da SAF houve a possibilidade de clubes de futebol se valerem desse recurso. Sou torcedor do Mixto desde pequeno e é uma grande satisfação poder contribuir para a reestruturação do clube”, afirmou João Tito.

 

Com a recuperação judicial certamente o Mixto poderá se reorganizar e por um fim na crise que se arrasta há anos. O clube, porém, têm alguns deveres e prazos a serem cumpridos. Como apresentar em 60 dias um plano para se estruturar financeiramente e quitar os débitos com os credores. A maioria são ações trabalhistas, mas o clube também tem ativos com fornecedores.

Fonte: Assessoria Mixto EC

Author Image
Publicado por: Evandro Moreira

O MixtoNet é um portal mixtense independente, impulsionado pela torcida. Encontrou algum erro, tem sugestão de matéria? Envie para nós: mixto@mixtonet.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção: identifique-se, comentários anônimos serão excluídos!