segunda-feira, 13 de setembro de 2010

MIXTO <> O IMPORTANTE FORAM AS EMOÇÕES

20
Se chorei ou se sorri o importante é que emoções eu vivi (Roberto Carlos) 

Por Jorge Maciel
O Mixto fez uma brilhante atuação na Série D e foi eliminado. Foi desclassificado sim, mas e daí? Contra o Náuas, Vilhena, Vila Aurora, milhares de corações arquejaram, ofegantes, na busca do ar esvaído das emoções. Nas veias, o sangue suado, empuxado por lances maravilhosos, por gols de pura beleza e raça, pelos erros de arbitragem ou jogadas perdidas.

Uhhhhhhh !!!!!!

O Mixto fez isso a muita gente, dezenas e dezenas de milhares de brados, de evocações, em alto tom, em manifestações de apoio ou de zanga fugidia, dessas quando uma jogada pára na marcação ferrenha dos adversários, quando se perde algum lance.

Como comparar ou descrever a emoção estonteante de um, dois, três, quatro gols? Como medir a alegria explosiva estampada nos dentes de bocas escancaradas ou nos sorrisos largos de nítido e íntegro arroubo de felicidade? Só um time com tantos fiéis torcedores, brancos ou negros, com milhares de apaixonados, ou com inúmeros e febris arrebatados pode se dar ao direito de extasiar e alegrar, acobertado de glória, ou fazer chorar, embotando uma nação inteira de lágrimas.

O Brasil perdeu em 50, num Maracanã lotado; em 82, a seleção de Telê encantou o Mundo, mas caiu no Estádio Sarriá, diante dos pés de Rossi; o Flamengo, Vasco, Inter, São Paulo, Corinthians, Grêmio e tantos além perderam competições ou deixaram em agonia e delírio milhões de torcedores... Ganhar ou perder são situações e sintomas que só grandes clubes provocam ...

Na batalha do Dutra, neste domingo 12, foi-se o placar, ficaram 90 minutos de genuíno júbilo. Permanecem, ainda, insistentes, 90 minutos de gostosa e extravagante ansiedade e festejo ou delirante tormento. É, o Mixto é um gigante! É grande pela dualidade, pois é um clube que sabe fazer lágrimas de exultação do mesmo modo que gera lamento, em proporções semelhantes, em admirável equilíbrio. Ah, Mixto! Isso é coisa de clube que tem raça, que tem história e tradição tão misturadas que transcendem vitórias ou derrotas. E as derrotas são ocasiões que contemplam apenas os que lutam e os que acreditam.

Enfim, nas bolas nas traves, nos cabeceios que feriram de esperança as cidadelas, nos chutes que foram barrados pelos guardiões, ou nas disputas duras, contusões... Em cada cenário ficaram a marca do alvinegro, firme, magnífico, formoso, altivo, forjado na raça, na força nutrida pelo suor da camisa. Não importa! A vida segue seu curso e futuras competições estão aí para se conquistar. Hoje o Mixto pode estar até em frangalhos, mas sua força de Tigre está intacta. Mutos títulos virão... Viva, salve as vitórias! Que as derrotas nos ensinem. Como diria Roberto Carlos, na batalha do Dutrinha, se a torcida mixtense chorou ou sorriu, acho que o importante é que emoções ela viveu. E viveu demais mesmo!!.

Fonte: Jorge Maciel/Futebol Press - Foto: Joice Silva/TBS
13/09/2010
Author Image
Publicado por: Fábio Ramirez

O MixtoNet é um portal mixtense independente, impulsionado pela torcida. Encontrou algum erro, tem sugestão de matéria? Envie para nós: mixto@mixtonet.com

20 comentários:

  1. Achar culpado pra que?
    À hora não é de achar culpado ou culpados, e sim fazer um “balanço”, isto porque erros nem sempre são sinal de incompetência; algumas vezes pode até mesmo ser o contrário.
    Deixemos de lado essa nossa mania de encontrar culpados, mas devemos pensar no futuro.
    É rever e acertar os equívocos cometidos, para evitar a repetição dos mesmos que levaram o nosso time a esta situação momentânea.
    Não adianta nada ficarmos atrás de um teclado reclamando, porque não se pode negar que a diretoria e AFAM vem fazendo um grande trabalho, e que houve mudanças positivas em relação ao planejamento do ano anterior, e que algumas críticas e ofensas agora podem desestimular essas pessoas, e conseqüentemente abandonarem o projeto e voltamos a estaca zero.
    O futebol é uma paixão sem igual, e sempre queremos o imediatismo, mas um projeto requer antes de tudo, um ambiente adequado para o desenvolvimento das idéias do grupo, requer tempo, mudança, trabalho, disciplina e humildade.
    Então nós torcedores que fomos e fizemos nossa parte com uma belíssima festa, vamos dar um tempo, esperar as mudanças, pois nesse grupo não faltou trabalho e disciplina, vamos ser humildes, que com certeza esse projeto acontecerá.
    Agora também não adianta pedir demissão de treinador, porque sabemos que não vamos achar algo melhor, essa comissão técnica é competente, basta olhar para os “grandes” técnicos dos times da série A que foram contratados a peso de ouro e não estão conseguindo resultados.
    É hora sim de forte investimento nas categorias de base, melhor análise nas contratações (sem interferência de empresários e com muito critério de avaliação pela diretoria de futebol e comissão técnica) e segurar as peças-chaves e um enorme trabalho de ordem psicológica para os jogadores abraçarem o projeto.
    Vamos reconhecer a queda e não desanimar. Vamos levantar, sacudir e dar a volta por cima.
    E não se enganem minha paixão pelo MIXTO, não diminuiu por causa da derrota. MIXTO AMOR ETERNO.

    ResponderExcluir
  2. Zezinho do Araés13 setembro, 2010 19:52

    Parabéns jornalista Jorge Maciel. Para contrabalancear seus devaneios, apresento a crônica forte e dura do jornalista Orlando Antunes.
    DESCLASSIFICAÇÃO: Meninos eu vi - O que é que eu vou dizer la em casa?

    Qualquer explicação pela eliminação do Mixto na série "D", para quem tem que explicar, é claro; vai significar admitir a própria incompetência. Ou quando nada, reclamar do calor de Cuiabá, da água que está faltando nas torneiras, do transporte coletivo da segurança, da saude e também da queda da bolsa de Nova Iorque. Ora..vão plantar batatas. A eliminmação foi uma morte anunciada desde a primeira partida do mata-mata, quando perdemos lá em Manaus por 3 a 1 .Mas o Mixto não foi desclassificado ontem. O Mixto começou a ser desclassificado desde os tempos de Marcelo Vilar, depois com Luiz Dário e mais recentemente com Barbieri.Tudo porque a diretoria não entende e nunca vai entender, de que um grupo de jogadores é igualzinho a "meninada" do grupo escolar.Cada um com suas manias, com seus preconceitos e com seus traumas desde infancia.Para piorar ainda, o tal chamado "grupo fechado" de que tanto os treinadores falam; nunca existiu.O Mixto ficou "teimosamente" com alguns jogadores que apenas vieram ocupar espaço, que poderia ter outros de maior produtividade. Nestes casos, estão Renato, Bruno Lança, Mauro, Adriano Paulista, Shimoio, Zumbi e Alegrete. No time considerado titular, o Barbieri nunca acreditou em Diego Barros. Tudo porque ele foi contratado por Gaucho (diretor de futebol). Assim também foi com Robinho que nem contrato chegou a assinar. Pior ainda; Barbieri insistiu que não haveria necesidade de contratar, pois o seu grupo era bom. Tanto era bom que ele indicou o meia Athos, que seria o diferencial do time. De fato foi..o maior sanguesuga que um time já teve. Ele é incapaz de pelo menos fazer uma sombra. Quanto mais marcar. Criar ele criou sim, muita confusão ao ser contratado e exigir tratamento diferenciado e outras cositas mas.
    Da diretoria, poucos ousam falar. O presidente Marcio Pardal, que tentou ser o diretor de futebol, nada se pode falar. Afinal, ele é apenas um "laranja", pois quem manda é a Afam. Imaginem vocês, a Robélia, que eu conheci nos gabinetes de Prefeitos e Governadores, agora brigando por venda de ingressos na porta do Dutra. Ela ia aos treinos, corria aos bancos, brigava com as agencias de passagens e outras tantas. Até aí tudo bem. Porém, mexer com boleiro é outra coisa. O Gerson Lopes saiu e foi para a base, mas ficou um outro irmão para ocupar o espaço "loteado" pela familia. Na Assessoria de imprensa, colocaram a bonitinha Caroline com salario de 2 mil reais e rebaixaram o Dinarte para Gerente do CT. Até da chefia de delegação o tiraram .
    No meio de tantas asneiras, chegaram anunciar Orlando Craici para diretor de futebol. Na verdade, queriam arrumar uma "arapuca" para o Craici. A estratégia era mais tarde convida-lo para assumir a presidencia. Enquanto isso, trouxeram um auxiliar de Barbieri, que pouco acrescentou, vez que não tiveram competencia para faze-lo viajar e observar outros times, inclusive o próprio América. Pois é. Se formos contar, foram tres "quedas" em menos de dois anos.Primeiro foi rebaixado para a segunda divisão do estadual do ano pasado e quase caiu neste ano de novo. Depois, foi rebaixado para a série "D", e agora nem na "D" estamos mais.

    ResponderExcluir
  3. O Orlando Antunes decepciona a cada dia, ouço as pessoas dizerem que ele é o tal, mas na prática não vejo nada, só desinformação e cornetagem. Hoje no programa da Industrial Band o sr. Orlando Antunes disse várias vezes que o Mixto tem fazer um limpa, mandar todos embora e começar outro elenco, essa é a sabedoria dele? Depois o Rosenil comentava com ele que o CSA também havia sido desclassificado da Série D, e ele com sua arrogância disse que não, que o CSA esta na Série C e que quem foi desclassificado foi o CRB!!! Quanta ignorância.

    Orlando Antunes sai agora falando mal de todos, ele acha que dessa forma ele vai ser convidado para administrar o Mixto, isso seria um atraso!!

    Ao contrário do que o sr. Orlando diz, o momento é de manter a base e dar continuidade ao trabalho, aí sim chegaremos ao objetivo.

    E parabéns ao Maciel pelo ótimo texto. Avante Mixto, ignore os cornetas e falsos comentaristas e bola pra frente, corrigindo os erros, claro.

    Freitas

    ResponderExcluir
  4. Bola pra frente Mixtão !!!
    Vamos ganhar o estadual com a força da torcida

    ResponderExcluir
  5. O sr. Orlando Antunes quando diretor de futebol do Mixto não sabia nem do regulamento do campeonato estadual, com os jogadores por ele indicado tomamos uma goleada de 6x2 para o Cuiabá. Isso que é competência, né sr Orlando Antunes.

    ResponderExcluir
  6. AGORA, TODO MUNDO TEM UMA RESPOSTA PARA DAR, E PORQUE SR. ORLANDO ANTUNES, QUANDO ESTAVA NO MIXTO VC NÃO FEZ A DIFERENÇA?

    ResponderExcluir
  7. O texto "O importante foram as emoções" alinha-se apenas ao que eu penso sobre a campanha do Mixto e sua história. Também, sobre as alegrias e decepções que o futebol nos aporta. Como opino no texto, só os grandes clubes, com torcedores "fanáticos" e fiéis são capazes de oferecer essas coisas inexplicáveis chamadas de paixão e emoções. As opiniões do jornalista Orlando Antunes, nosso diretor de Redação,em seu Blog, não refletem a opinião do site (o jornalista em questão tem senha para postar seus comentários, independente da linha do Futebolpress, visto que é uma opinião pessoal).
    Torço pelo suceso do Mixto e admiro muito a sua torcida, sempre vibrante e apaixonada.
    Abraços, e saudações. Obrigado!

    Jorge Maciel
    Diretor-geral
    Futebolpress

    ResponderExcluir
  8. Repito o Barbieri nunca montou um time vencedor chegou no Pará pra comandar o Paysandú trazendo todos esses que andam com ele (Parral,Bruno Lança,Fabinho etc) não conseguiu dar um padrão de jogo ao time foi demitido no primeiro turno do campeonato estadual com todos os seus pupilos assumiu o Charles Guerreiro o Paysandú foi campeão estadual e está classificado em primeiro do grupo na série C a verdade é que o Barbieri quer mandar mais que o presidente por isso que correram com ele de Belém e outra o Barbieri como técnico não ganhou nada foram dois campeonatos estaduais um catarinense e um paranaense e só costuma passar no máximo 6 meses em um clube e é mercenário.FORA BARBIERI.

    ResponderExcluir
  9. Jorge Maciel, o dia em que a imprensa de Cuiabá der mais visibilidade ao futebol local, pode ter certeza de que haverá muito mais gente ainda no estádio. É preciso dizer: a imprensa local não dá visibilidade ao futebol local. Oras, se o futebol local não é importante, a imprensa local também não é.

    ResponderExcluir
  10. Uma coisa é verdade, a imprensa de Cuiabá são unicos que não podem falar nada sobre o Mixto, nunca fizeram nada para contribuir para o nosso futebol, são que nem urubu, só batem quando existe algo morto, assim como a FMF a imprensa de cuiabá não vale de nada,pelo menos no esporte, criticas só são aceito por torcedores de verdade, VOCES IMPRENSA SÃO UNS ABUTRES, VÃO CORRER ATRÁS DE POLITICOS QUE É, VOCES GANHAM MAIS

    ResponderExcluir
  11. Quem é Orlando Antunes, o que ele entende de futebol? teve sua oportunidade e o que fez? NADA, então sucega aí no seu canto fazendo essas materinhas ridiculas que voce sabe e largue do futebol, nunca ajudou em nada, não contribuiu para crescimento algum, então vai se ferrar voces da imprensa

    ResponderExcluir
  12. O mais importante era ver o meu Mixto no lugar onde ele merece estar na elite do futebol brasileiro

    ResponderExcluir
  13. Hoje, amanhã, a semana, o mês, o resto do ano não serão alegres para a Nação Mixtense.
    A dor da eliminação marca profundamente nossos corações porque o sentimento do mixtense é muito mais profundo e invade toda a nossa alma.
    Não faltarão, com certeza, as chacotas e zombarias dos nossos rivais. Vamos ter que suportar isso com muita paciência. Nunca devemos perder a classe. Ela sempre será nosso maior trunfo. Nossa cabeça erguida mostra a superioridade de quem faz do Mixto a sua mais fiel religião.
    Mesmo na infelicidade continuaremos sendo os maiores e o alvo de todos os interesses. Todos só falam de nós e isso será nosso maior consolo. Eles não sobrevivem sem o Mixto.
    O campeonato que disputarmos, seja d ou copa mato-grosso, será com certeza o mais importante. A mídia sabe disso. Todos adversários sabem o burburinho que o maior de MT proporciona , senão , a mídia não tem o que falar.
    Continuaremos sendo os astros e todos os demais, apenas coadjuvantes. Isso não muda nunca porque nós somos a Nação Mixtense, uma força que niguem contesta, todos temem, respeitam e invejam.
    Este foi um ano para ser esquecido e que servirá apenas como lição para o futuro. Em 2011, a meta é recuperar o Clube financeiramente, resgatar o respeito de todos, montar um novo time,ou se der , permanecer com o mesmo que é forte e competitivo como nós queremos.
    Vamos disputar títulos no Copa Mato Grosso, Estadual 2011 (acesso à Copa do Brasil), com o firme objetivo de conquistá-los, para trazer de volta a alegria da Torcida Mixtense especialmente TBS, que teve um comportamento maravilhoso, mostrando todos que, mesmo na derrota, a altivez e a paixão dos milhares de mixtenses nunca se acaba.
    Estamos sim, muito tristes. Envergonhados nunca, porque somos o maior time do estado, com muito orgulho !
    Mixto Esporte Clube , por você faria tudo outra vez!!!
    Bruno Lima . ETERNAMENTE BOCA SUJA

    ResponderExcluir
  14. É facil!!!
    pega esse pessoal que não faz nada e só fica falando m...... e manda embora, pois essas pessoas são as que tentam acabar com o mixto!!!
    E TEM OUTRA, TEM COISAS QUE NÃO PODEM SAIR DE DENTRO DO CLUBE, E QUANDO CERTAS PESSOAS COMO ESSE ORLANDO FICAM FALANDO DEMAIS E CAI NA BOCA DO POVO, ISSO PODE DESESTRUTURAR A EQUIPE!!!
    É HORA SIM DE REPENSAR EM QUEM ESTA FAZENDO SEU PAPEL CORRETO NO MIXTO, E QUE SÓ FAZ M..... É TCHAU!!!

    ResponderExcluir
  15. Valeu galera, valeu Jorge Maciel, ha muito tempo não tinhamos tamanha emoção, pena que o senhor Orlando Antunes, acha que as coisas tinham que voltar ao passado obscuro dele, que so era chamado quando tinha o serviço sujo de comprar juizes, jogadores...o mixto n precisa de vc orlando(pendura a chuteira ou microfone ou bloquinho de anotações), somos cheios de orgulho e paixão pelo mixto, acreditamos no projeto/mixto/afam...

    Juan Albertti

    ResponderExcluir
  16. Infelizmente a Impresa de Cuiábá são contra o futebol, nada fazem em prol do seu crescimento, principalmente em relação ao Mixto, é incrivel, mas durante a competição em que o Mixto vinha vencendo todas as partidas não era publicado nada sobre o nosso time, nada era dito, agora que perdeu seiu estampado em quase todo jornal, essa galera que comanda o nosso jornalismo, a imprensa de um modo geral são uma cambada de Abutres fedorentos, que são os verdadeiros bandidos do nosso futebol, juntamente com esse velho gaga Orione, essa turma tem que sumir, ir tratar de outros assuntos que não seja futebol, cambada de canalhas

    ResponderExcluir
  17. Mande o Orlando Antunes se ferrar, ele que vai procurar algum time amador para tomar conta, se é que alguem vai aceitar um cara deste tipinho, nosso futebol não precisa de gente desse tipo

    ResponderExcluir
  18. é muito facil gente ,,começem a ligar la e pergunta sobre futebol pra ele , com certeza ele não ira saber responder porque não entende porra nenhuma de futebol,,alias deixa ela fazer um limpa la no operario que é o time que ele chupa ate os cocos,,vai se fuder comentarista do karalho,,so sabe meter o pau no mixto e fuder com o mato grosso,,para de falar asneira ,,e se continuar vamos boicotar e ninguem escuta mais essa porra de radio,,me desculpa rosenil,,vc é nosso aliado sei que vc sim interesa pelo mixto

    ResponderExcluir
  19. Nunca vi o dutra do jeito que tava no domingo
    muito massa!

    ResponderExcluir
  20. O Dutra não comporta mais a torcida do Mixto tem q terminar a arena logo

    ResponderExcluir

Atenção: identifique-se, comentários anônimos serão excluídos!