quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Repasse do governo ao Mixto será usado para quitação de dividas trabalhistas

2
Apenas 12 dos 15 times que disputaram o Campeonato Mato-grossense deste ano terão direito ao repasse do dinheiro destinado pelo Governo do Estado como ‘premiação’. Mixto, Cáceres e Cacerense não terão direito à verba em função de descontos provocados por dívidas trabalhistas. Sobre a situação do Alvinegro, o presidente Márcio Pardal informou que “esta foi uma opção nossa, fizemos um acordo com a Justiça neste sentido”. A verba total destinada pelo Estado era de R$ 1,5 milhão.

Conforme o secretário Laércio de Arruda havia adiantado, a Justiça do Trabalho determinou que fossem descontados todos os valores referentes a ações já julgadas. Por conta destes impasses trabalhistas, nem todos os clubes que tinham direito a uma parcela do recurso serão contemplados. É o caso do Alvinegro e das duas equipes de Cáceres, que após o cálculo das penhoras trabalhista – retidas pelo Governo do Estado – perderam o direito ao benefício.

Aproveitamos para quitar débitos de causas trabalhistas de quatro ações”, disse Pardal ao comentar a “opção do Mixto”, acrescentando que “o mesmo faremos em relação ao repasse da verba da Copa Mato Grosso”.

No total serão retidos pela Seel cerca de R$ 332 mil referente às ações trabalhistas. Também fica fora do repasse aos times do Estadual o valor de R$ 200 mil referentes ao Sub-18, que serão entregues à Vila Aurora e Sorriso, representantes de Mato Grosso na Copa São Paulo de 2011.

Laércio de Arruda – que na terça-feira assinou o convênio final com presidente da Federação Mato-grossense de Futebol – confirmou nesta quarta-feira que a Federação deverá executar os pagamentos a partir do dia 4, logo após o feriado prolongado.

Fonte: Craques do Rádio com Assessoria da Seel
27/10/2010
Author Image
Publicado por: Fábio Ramirez

O MixtoNet é um portal mixtense independente, impulsionado pela torcida. Encontrou algum erro, tem sugestão de matéria? Envie para nós: mixto@mixtonet.com

2 comentários:

  1. Este presidente laranja do Mixto, pensa que torcedor de futebol é otário e não sabe nada de nada, mas não é bem assim. Ele não tem "opção" de escolha, pois decisão judicial apenas "CUMPRE-SE". O Mixto fez acordos junto ao TRT sim, mas não teve escolha como o laranjado presidente quer nos fazer entender. A grana já foi bloqueada na SEEL, ou seja, ARRESTADA como no caso de muitas rendas que o clube deixou de pegar. Esta é a verdade, e não tem esta de que a grana da copinha também vai ser usada para tal. É só voces entrarem do site do TRT, colocar o nome do MIXTO e verão que ainda existem outras ações para serem julgadas, inclusive da diretoria atual, que se diz profissional, com "gestores" qualificados. Quanta incompetência e mentira.

    ResponderExcluir
  2. " “Aproveitamos para quitar débitos de causas trabalhistas de quatro ações”, disse Pardal ao comentar a “opção do Mixto”, acrescentando que “o mesmo faremos em relação ao repasse da verba da Copa Mato Grosso”.


    Só quem é bobo mesmo pra acreditar numa mentira sem pé nem cabeça como essa ai que o laranja Marcio Pardal comentou....se for seguir a regra assim como ele disse,todo dinheiro que for destinado para o Mixto vai ser bloqueado por que ações trabalhista não param de chegar no escritorio do clube....e chegarão mais ações ainda com esse papelão que estão fazendo ai no Mixto!

    ResponderExcluir

Atenção: identifique-se, comentários anônimos serão excluídos!