sábado, 13 de novembro de 2010

Pardal, Eder e Vivaldo fizeram reunião, na pauta eleições, estatuto e elenco de jogadores

7
O presidente do Mixto, Márcio Pardal realizou uma reunião na tarde de ontem com o presidente da Afam, Eder Moraes, o membro da entidade Vivaldo Lopes e o advogado do clube Hélio Machado. Durante o encontro cerca de 5 tópicos principais foram discutidos. O primeiro diz respeito a preparação formal para eleição de uma nova diretoria executiva no dia 8 de dezembro.
Na sequência: Vivaldo Lopes, Márcio Pardal, Mascote e Eder Moraes no lançamento do documentário mixtense, na época muita empolgação com o projeto Série A, agora total indefinição
De acordo com Vivaldo, o presidente do clube e o advogado estão imbuídos de preparar um edital com todas as informações necessárias para a eleição. O documento deve ser divulgado ainda na semana que vem. Além disso, a diretoria terá de apresentar um relatório de prestação de contas ao conselho da Afam e a associação também fará o mesmo. Outro tópico está ligado à reformulação do estatuto do clube que está muito antigo. “O presidente deve apresentar uma proposta mais atualizada”, explica.

Em relação à permanência ou não da equipe, ficou acertado que Márcio Pardal deve conversar com a comissão técnica o quanto antes. A intenção é definir um novo grupo para disputar o estadual. “princípio parte dos jogadores serão dispensados. Permanecem aqueles da casa, da base ou os que têm um custo menor”, informa. A intenção é reduzir despesas até que a folha de pagamento e demais pendências sejam regularizadas.

Vivaldo ainda esclarece que os salários e despesas contratuais devem ser resolvidas até a próxima semana. “Vamos conversar com os patrocinadores e tentar recursos para regularizar a situação do clube antes que uma nova presidência assuma o comando”, conclui.

Fonte: Assessoria de Imprensa e Comunicação Mixto EC
13/11/2010
Author Image
Publicado por: Fábio Ramirez

O MixtoNet é um portal mixtense independente, impulsionado pela torcida. Encontrou algum erro, tem sugestão de matéria? Envie para nós: mixto@mixtonet.com

7 comentários:

  1. Observações/comentários: É importante ressaltar que a AFAM deixou um pilar, uma base para o Mixto crescer. E quem for comandar o Mixto não pode deixar essa base ruir. Ou seja, o Mixto não pode agora sofrer de “descontinuidade”, que seria não dá continuidade ao que já está em andamento, por exemplo, o CT e as atividades que fazem parte desse CT, o ônibus, as questões jurídicas, toda a parte administrativa, as divisões de base, o marketing, o Futsal, o futebol feminino, que vão subsidiar o projeto Mixto para chegar (aliás, retornar) na elite do futebol brasileiro. Têm-se que continuar com esse trabalho, pois seria um retrocesso total se de repente jogar tudo que foi feito até agora pra escanteio e quererem começar do zero. Aí sim, seria a volta ao fundo do poço, pois querendo ou não, hoje o Mixto já tem o mínimo de credibilidade, já tem uma estrutura mínima, e para isso é fundamental dar continuidade ao que já está sendo feito em todos os segmentos no Mixto. Na minha opinião, no que se diz respeito ao futebol propriamente dito, a AFAM errou ao fazer muito propaganda do dinheiro que estaria sendo investido no Mixto, e isso ecoou aos quatro cantos do Brasil. Daí, surgiu os oportunistas. Vou dar um exemplo. Esses “oportunistas” se aproximaram da AFAM/Mixto, querendo fazer parte desse projeto. Aí, dando um exemplo mais prático (Não vou falar dos medalhões, mas sim de jogadores comuns) trouxeram jogadores que jogavam em outros estados (a AFAM, nesse caso, sem saber que esses jogadores tinham salários [futebol] de mais ou menos em torno de R$ 2.500,00) e com grande propaganda eram contratados com salário de mais ou menos R$ 10.000,00). Ou seja, todos nós achávamos que esses jogadores iriam demonstrar um futebol de R$ 10.000,00, mas na verdade seu futebol era de R$ 2.500,00. E isso tudo foi causado pela grande propaganda que foi feito e pelo fato também de confiarem em pessoas que seriam os responsáveis para a contratação para o Mixto. Além disso, no futebol, não se pode dá conforto antecipado. No Mixto, durante a série “C” em 2009; os jogadores que possuiam futebol de R$ 2.500,00, mas que recebiam R$ 10.000,00; recebiam seus salários adiantados e viajavam todos de avião, isto é, para quê se esforçarem se o salário e o conforto já estava garantidos antecipadamente. Portanto, isso que eu escrevi foi um dos grandes erros cometidos. No futebol, um pouco de malícia é importante sim. Vou dar uma sugestão pra quem for comandar o Mixto. Alguém de confiança do Mixto poderia ir até ao time do Bahia e verificar o que o Bahia fez desde 2008 (que estava na série “C” junto com o Mixto) para chegar em 2010 com a vaga praticamente garantida na série “A” em 2011. Acho que não custaria nada pegarmos esse exemplo do time baiano. E sobre o Eder Moraes, o fato de ele sair da associação não justifica sua saída do Mixto, pois independente de associação ou não é seu dever ajudar o Mixto, principalmente para a obtenção de pratrocínios, pois, é preciso enfatizar que a AFAM encontrou o Mixto na série “C” e no mínimo essa associação (que teve o Eder como seu principal responsável) tem que deixar o Alvinegro nessa mesma posição. Nos últimos dias acompanhamos 7 jogadores covardes do Mixto abandonar o barco, e não quero acreditar que o Eder vai ser o Alien – o oitavo passageiro. E só para lembrar que a Copa 2014 tá chegando e será uma vergonha não termos um time de Cuiabá ao menos na série “B” do futebol brasileiro em 2014 (eu disse time de Cuiabá, não do interior). O time do Mixto é o mais popular, mais conhecido, mais bem ranqueado pela CBF, recordista de títulos de MT, é o de maior torcida em MT, é o time que se identifica com a cidade de Cuiabá, querendo ou não por alguns, têm-se que constantemente dá total apoio geral e irrestrito ao Tigre Cuiabano.
    Pra Frente Mixto, nós o Amamos!!!

    ResponderExcluir
  2. vomos colocar pessoas que ama o mixtao e são cuiabano do nosso estado como ex. paulo cesar ( gatão), ele vive o mixto conhece os jogadores,a torcida a cidade poem ele GATAO para administra o mixto voce vai ver.

    ResponderExcluir
  3. GENTE GENTE NÃO ADIANTA NÓS TORCEDORES FALARMOS FALANDO PRA COLOCAR FULANO,SICLANO OU BELTRANO DAQUI DO ESTADO OU FORA DO ESTADO....NA REALIDADE QUE FUTEBOL SE FAZ COM DINHEIRO E TODOS NÓS SABEMOS DISSO....O IMPORTANTE PARA UM TRABALHADOR SEJA ELE DE QUALQUER EMPRESA QUE FOR...O EMPREGADO SÓ PRODUZ SE ESTIVER RECEBENDO EM DIA...NÃO IMPORTA SE FOR MUITO OU POUCO MAS QUE SEJA EM DIA....

    ResponderExcluir
  4. vamos fechar as portas do Mixto, e trabalhar só com a base, não temos profissionais competentes para comandar o clube com o profissional

    ResponderExcluir
  5. Dispensar não só os profissionais como os garotos da categoria de base, tudo fraco, não aproveita nem um deles

    ResponderExcluir
  6. DINHEIRO EH O QUE MAIS CIRCULA EM CUIABÁ, POR ISSO MESMO O MIXTO TEM CONDIÇÕES DE MONTAR UM ELENCO DE PRIMEIRA LINHA. SUGIRO QUE A AFAM DE FATO APRESENTE UM RELATÓRIO COMPLETO DE ENTRADA E SAÍDA DE DINHEIRO E DIVULGUE COM TRANSPARÊNCIA O QUE FOI FEITO COM O DINHEIRO DOS PATROCINADORES.

    O ITEM SEDE DEVE SER O MAIS RAPIDAMENTE ELUCIDADO AO TORCEDOR MIXTENSE: SEDE ALUGADA? ISTO DEVE INCLUIR EX-DIRIGENTE DO CUIABÁ, O TÉCNICO GAÚCHO PARA DAR EXPLICAÇÕES, ATÉ MESMO PARA A JUSTIÇA SE FOR O CASO, PORQUE ASSIM COMO O CASO DA SEDE DA GETÚLIO VARGAS O CASO DA NOVA SEDE ESTÁ MUITO MAL CONTADO.

    ResponderExcluir
  7. Meu Deus esses caras é muito cara de pau , puta que pariu , acho que eles estão comemorando o resultado das ELEIÇÔES , pois neste ano o time nada CONQUISTOU, e eles estão todos GOZANDO dos torcedores essa é a verdade , sua cambada de MERCENÁRIOS. Cesar Mixtense.

    ResponderExcluir

Atenção: identifique-se, comentários anônimos serão excluídos!