quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

ASSEMBLEIA ELEGE NOVO CONSELHO, AFAM PRESTA CONTA MAS ELEIÇÃO DA NOVA DIRETORIA SÓ NA SEGUNDA

4
A eleição para a presidência do Mixto Esporte Clube foi adiada para a próxima segunda-feira (13) às 19 horas no auditório do Ginásio Aecim Tocantins. Na noite de ontem, nenhum candidato manifestou interesse de assumir a responsabilidade pelo clube. A reunião serviu apenas para eleger o Conselho Deliberativo do Mixto, que nomeou Hélio Machado como presidente e Márcio Pardal para vice
Pardal (eleito vice presidente do Conselho), José Luis (ex-presidente do Conselho)
e Hélio Machado (eleito presidente do Conselho Deliberativo do Mixto)
O colaborador da Afam, Vivaldo Lopes realizou a prestação de contas do clubeDe acordo com ele, a Afam, por meio dos patrocinadores investiu mais de R$ 150 mil na reestruturação do clube apenas em 2009. Em 2010, entre os investimentos realizados no Estádio Presidente Dutra e as ampliações do Centro de Treinamento, esse valor subiu para R$ 147,5 mil. No entanto, somente em ações trabalhistas o clube gastou uma média de R$ 372,9 mil. Sendo que existem cerca de R$106,4 mil em ações a pagar. Ao todo, o clube gastou mais de R$ 5 milhões.
Vivaldo Lopes apresentou os valores de entrada e saída no clube
Queríamos dar um tratamento de choque no Mixto e como a gente não tinha categoria de base, a intenção era trazer um time pronto que desse resultado a curto prazo. Hoje pode parecer um erro, mas naquela época parecia ser a melhor saída”, comentou Vivaldo.

Ele garantiu que a Afam permanece a frente do Mixto buscando e administrando a participação das empresas patrocinadoras. No entanto a parte operacional fica a cargo do novo presidente. Vivaldo afirmou que a Afam não pretende interferir na escolha do novo presidente. “O que queremos é apoiar o Mixto e consequentemente o futebol do Mato Grosso”.

O presidente do Mixto Márcio Pardal, disse estar bastante satisfeito ao entregar o cargo. “Foram sete anos carregando praticamente sozinho o Mixto. Esperamos que surja um novo presidente que faça a diferença e traga dias melhores ao futebol do Estado”, afirma.

O novo presidente do conselho, Hélio Machado, afirmou que o Mixto necessita de pessoas sérias e compromissadas e que saibam aplicar o dinheiro do clube e tenham controle dos gastos. “O novo dirigente tem que saber vender a marca. Não adianta investimentos altos se não houver gestores que façam o dinheiro render”. Para ele, faz-se necessário mudar o sistema de fazer futebol, valorizando os atletas locais e dando autonomia para quem realmente entende de futebol. O secretário de Estado de Esportes e Lazer (Seel), Laércio Arruda enfatizou que não se pode mais errar. “Que a partir de agora possamos ser fortes dentro e fora de campo”.

A alteração do estatuto do clube ficou sob responsabilidade de Hélio Machado, Ademir Moreira e Arley Carlos Silva.

Fonte: Assessoria de Imprensa e Comunicação Mixto EC
09/12/2010
Author Image
Publicado por: Fábio Ramirez

O MixtoNet é um portal mixtense independente, impulsionado pela torcida. Encontrou algum erro, tem sugestão de matéria? Envie para nós: mixto@mixtonet.com

4 comentários:

  1. Sem encontrar alguém realmente disposto a assumir a presidência, o Mixto adiou para segunda-feira, dia 13, a eleição do presidente, que estava marcada para a noite desta quarta-feira. No auditório do Ginásio Aecim Tocantins, a Assembléia Geral apenas elegeu seu Conselho Deliberativo, que será presidido por Hélio Machado – ex-técnico do clube -, tendo como vice o empresário Márcio Pardal, que está deixando a presidência do Alvinegro.

    O encontro desta quarta começou com Vivaldo Lopes, diretor financeiro da Afam, prestando contas sobre os recursos investidos no Mixto nesta temporada.

    Logo depois foi eleito o novo Conselho Deliberativo, com 50 membros, cuja presidência ficou com Hélio Machado.

    Por volta das 21h30, José Luis Paes de Barros, presidente da Assembléia Geral, anunciou o adiamento da eleição para escolha do novo presidente do clube. Disse que com o ex-presidente Orlando Craici e o entendimento foi de que era preciso um prazo maior para escolha do novo presidente do clube. Idéia defendida na manhã desta quarta-feira por Craici em entrevista ao Craques do Rádio.

    Até o dia 13, novas articulações serão feitas, contatos mantidos e entendimentos ampliados para “escolher um nome de consenso”, segundo Paes de Barros. Cerca de 80 pessoas participaram da Assembléia.

    Pelo menos até segunda-feira, Márcio Pardal segue no cargo. A eleição será no mesmo local – auditório do Ginásio Aecim Tocantins, às 19h.

    Fonte: Craques do Rádio

    ResponderExcluir
  2. Ninguem quer pegar essa pica , pois o Mixto esta na mesma situação do TITANIC, seus diretores conseguiram DENEGRIR e SUJAR o nome não só do clube , mas de toda população cuiabana, pois as noticias ruins corre , e infelizmente isso vai prejudicar o clube para futuras competições. QUEM VAI JOGAR EM UM CLUBE QUE NÃO PAGA! QUEM CONHECE E VIVE NO FUTEBOL SEMPRE ESTÃO SE INFORMANDO SOBRE QUALQUER CLUBE DO BRASIL! e isso acaba dificultando as coisas para o proprio clube, pricipalmente clubes que ainda não conseguiram crescer essa é uma realidade , pois um jogador ele pode até receber com atraso em um grande clube , mas grandes clubes as coisas é bem diferente as coisas as vezes não são como elas se aparecem e muitas aparecem como não é , para se fazer futebol não basta apenas dinheiro mas sim PROFISSIONALISMO. CESAR MIXTENSE

    ResponderExcluir
  3. enquanto isso estao pendentes ainda 3 meses de salarios atrasados ,sendo que todos foram embora com a promessa de que saldariam a divida,mas pelo que estou vendo isso vai ficar mais uma vez na palavra do seu eder moraes e vivaldo,o homem tem que ter pelo menos palavra,mas parece que nem isso esses fanfarroes tem!

    ResponderExcluir
  4. VAMOS PARAR COM ESSE BLA BLA BLA AI SEU VIVALDO!
    ATLETAS LOCAIS DEVEM SER MAIS VALORIZADOS SIM MAS NEM TODOS...UMA COMPETIÇÃO NACIONAL SE VOCÊ FOR ENTRAR SÓ COM ATLETAS MATOGROSSENSE NÃO PASSA NEM DÁ PRIMEIRA FASE! POR QUE NÃO PASSA DA PRIMEIRA FASE ? O NIVEL DE QUALIDADE DO JOGADOR MATO GROSSENSE É MUITO INFERIOR AOS JOGADORES DE OUTROS ESTADOS E OS CAMPEONATOS QUE OS " ATLETAS LOCAIS " DISPUTAM NÃO TEM O MESMO NIVEL QUE UM ATLETA DE SÃO PAULO DISPUTA POR EXEMPLO...RESUMINDO É JOGADOR BOM CONTRA UM )JOGADOR EXCELENTE EM (SP) E NO MATO GROSSO TODOS NÓS SABEMOS QUE É NÃO A MESMA COISA...ENTÃO NÃO VEM COM ESSA LADAINHA SUA AI! TENTANDO TAPAR O SOL COM PENEIRA....

    ResponderExcluir

Atenção: identifique-se, comentários anônimos serão excluídos!